Thó Simões: “É nas ruas que consigo vislumbrar alguma coisa da natureza humana”

O artista plástico estará na galeria do Banco Económico, em Luanda, durante três meses a fazer uma reflexão sobre questões sociais, realidades que o próprio diz não se enquadrarem, em teoria, no que é humanamente aceitável.

Profundamente influenciado pelo novo Coronavírus, Thó Simões apresenta, além de peças de arte, experiências sensoriais que envolvem performance e vídeo.

Sob chancela do MovArt, a exposição está aberta desde o passado dia 20 deste mês e pode ser vititada até o mês de Junho. Em entrevista à Carga, o artista plástico angolano resumiu o significado das suas obras em seis pontos.

O tema “Entre Monstros e Homens” parece querer transmitir algum tipo de mensagem ao mundo. De quê é que trata a exposição?

O tema revela uma reflexão à volta de questões socias presentes no dia-a-dia dos comuns mortais, algumas realidades não se enquadram (em teoria) no que é humanamente aceitável mas, na vida prática, essas aberrações sociais acabam sendo assimiladas e banalizadas e passam como se fossem normais. É um exemplo.

Suas obras acabam quase sempre por traduzir as aspirações e rupturas do espaço urbano luandense. De que forma estes pensamentos estão evidenciados na amostra?

Toda a amostra é feita de fragmentos e memórias urbanas. Meu laboratório, minha oficina são as ruas, a matéria prima para eu criar as minhas obras são as ruas que me fornecem. É nas ruas que consigo vislumbrar alguma coisa da natureza humana.

É inevitável as influências sociais na capacidade criativa dos artistas. Em que aspectos o Covid-19 influenciou a sua arte?

Influenciou bastante. A mim pessoalmente até ao mais íntimo do meu ser trouxe à tona aspectos da minha personalidade que desconhecia, a minha abordagem nesta amostra também reflecte isso.

É uma exposição que pode servir de incentivo para vários outros artistas que durante um ano ficaram retraídos pela pandemia. Que significado tem para si esta apresentação?

Significa muito para mim. As experiências pessoais que passei por conta desta realidade pandémica foram muito profundas, foram arrasadoras, mas estou aqui ainda e muito mais motivado e determinado. Para mim é como um renascer das cinzas!

Depois do grande mural da Serra da Leba, que outras novidades está a preparar e quando vai apresentá-las?

Só posso dizer que tenho projectos em andamento e acredito que teremos novo encontro para falar deles muito brevemente.

as cargas mais recentes

António Ole expõe ‘Material Vital’ a partir de amanhã

há 2 anos
Trata-se da primeira individual do artista de origem angolana em Lisboa desde 2016, ano em que inaugurou a sua importante retrospetiva Luanda, Los Angeles, Lisboa, no Museu Calouste Gulbenkian.

Homenagem a John Bella marca retoma das Noites de Poesia na Fundação Arte e Cultura

há 2 anos
O regresso às Noites de Poesia acontece no próximo dia 28 de Abril, no Wyza Anfiteatro, além do tributo a John Bella, o acto vai ser marcado pela apresentação de um portal especializado de literatura, Clã da Literatura.

Morreu U-Roy, mestre do Reggae

há 2 anos

Mastiksoul se pronuncia após alegada condenação por violência doméstica

há 2 anos
Na semana passada, o Dj esteve em destaque, por razões menos abonatórias, veiculou-se no seio da imprensa portuguesa, que Mastiksoul terá sido condenado à pena de prisão de dois anos e três meses, com suspensão por igual período, pelo crime de violência doméstica contra a ex-companheira.

Public Enemy anuncia novo álbum

há 2 anos
A banda Public Enemy está de regresso com um novo álbum, cujo alinhamento conta com uma extensa e luxuosa lista de convidados. Com 17 faixas musicais, a obra será publicada ainda este mês.

Dj Znobia realiza Live solidário

há 3 anos
Em alusão ao dia da criança africana, Dj Znobia realiza no dia 16 deste mês um Live solidário, cujo objectivo é apoiar o Centro de Formação “Oficina do Saber”.

C4 Pedro: “Zara é única no que faz. Não vai precisar competir com nenhuma cantora no mercado nacional ou internacional”

há 1 ano
No que depender de C4 Pedro, a tradição de lançamentos ao sétimo dia do mês, vai se perpetuar, ainda que seja por meio dos associados da BLS. Hoje dia 7 de Outubro, foi feita a estreia da música Posa, a primeira de Zara como integrante da BLS.

Angola marca presença no fórum internacional de Direitos de Autores e Conexos

há 4 meses
O evento internacional reúne alguns países de economias em transição e os de economia desenvolvida, dos quatro quadrantes do mundo.

Eminem reconhece hegemonia de 2pac e chama-o de “maior compositor musical da história”

há 3 anos
A lenda hip-hop, Eminem tem 2pac como uma das suas maiores referências. Demonstrando respeito e admiração pelo finado artista sempre que pode, mais uma vez, voltou a enaltecê-lo.

Documentário `Reino do Kongo: Em busca do reino destruído´ já cumpre agenda internacional

há 2 anos
Após a exitosa estreia em Luanda, o documentário `Reino do Kongo: Em busca do reino destruído´ segue viagem para o Reino Unido, França, Bélgica, Brasil, Argentina, Estados Unidos, Canadá e Caraíbas.

Rádios observam semana de Artur Nunes

há 2 anos
De 20 a 26 deste mês, o músico foi o principal destaque nas rádios do país. Não só foi o artista mais tocado, mas também o seu tema “N’gola Tua Itambula” foi o mais ouvido nas mais de 50 rádios nacionais.

Está consumado, Messi assina 2 anos pelo PSG

há 1 ano
Depois de vários “disse que não disse”, quebrou-se, esta terça-feira, o mistério esta sobre o futuro do astro argentino. Messi foi oficializado ontem como o novo reforço do PSG.

Wu-Tang Clan prepara colecção em celebração ao 25º aniversário do álbum ‘Wu-Tang Forever’

há 9 meses
A Wu-Tang juntará um álbum em 4xLP com livreto de letras, um single prateado de 7 polegadas de ‘Triumph’ com ‘Heaterz’ no B -side, e uma reedição do álbum duplo em cassete, que vem em uma réplica do estojo original.

Roley anuncia novo álbum com participações de Masta, Eric Rodrigues entre outros

há 2 anos
Esta não é a primeira vez que o rapper moçambicano traz vozes angolanas nos seu projectos, já no álbum de estreia “Roley”, contou com Rui Orlando e Young Double, e no ano passado, lançou “Pensamentos” e teve participação de Paulelson.

Álbum “A Better Time” de Davido atinge mais de 213 milhões de streams em um mês

há 2 anos
O terceiro álbum de estúdio do músico nigeriano começou a deixar marcas inéditas três dias após o lançamento ao ultrapassar o fluxo acumulativo de 100 milhões, tornando-se, assim, no projecto mais rápido de um cantor Afrobeats a atingir tal marca.

Robertinho anuncia novo álbum com participação de Gerilson Insrael

há 9 meses
Seis anos depois do lançamento de “Ka kinhentu”, o músico prepara-se para apresentar, ainda este ano, o terceiro disco, anunciou o próprio, este domingo, em Luanda.