Trocaram o mundo do crime pela música e se tornaram o fenómeno do Rap nacional

A música salvou a vida desses jovens. Antes de se tornarem a febre do momento, os Séketxe estavam metidos no mundo do crime . Este grupo está a introduzir uma nova onda no Rap angolano. Criou o Rap-Cia, um subgénero do Trap que resulta da fusão entre o Kuduro e o Rap. Conquistou o respeito de artistas como MC Cabinda e tem atraído muita popularidade.

Rap-Cia é um tipo específico de Rap para “cientes”, que traduz os anseios da mamã zungueira, do jovem talentoso do gueto que espera por uma oportunidade ou do sucedido empresário que espera fechar um negócio maior.

Não há quem resista a este novo estilo de música criado por seis jovens provenientes de bairros com altos índices de criminalidade. O grupo nasceu da união de duas zonas de influências distintas- a Criminal e a Camabatela.

Formado por CoKaína Preta, Mortalha, Djamba, Layfado, Rasgado e Banzelo, os rappers vêm do Cazenga, Viana, Kikolo, Prenda, Samba. Agora vivem no Mundo Verde. A zona tornou-se conhecida por Kuxilândia, por causa da música que de lá saí. Os temas “Kubeli” e “Mãe”, disponíveis no YouTube, tem atraído vários fãs.

Quem os vê, a priori, pode tirar falsas ilações, por serem jovens com idades a rondarem entre os 18 a 23, mas, quem ouve Cokaína Preta, Mortalha, Djamba, Layfado, Rasgado e Banzelo a falar, pode não acreditar. Os cantores são inteligentes e é isso que procuram fazer passar nas suas músicas.

A inteligência, talvez se justifique pelo facto de alguns deles estarem a frequentar 2.º ano do curso de Direito e Ciência Política na faculdade e outros, o de Informática.  

Antes de serem os Séketxe, eram os Dope Skin e dedicavam-se ao Kuduro. Usavam a música apenas para responder a rixas de outras gangues, mas agora abraçaram seriamente a arte e está a dar bons frutos. O nome Séketxe nasceu para expressar irmandade e união que reina no seio do conjunto.

Kocaína Preta, Mortalha, Djamba, Layfado, Rasgado e Banzelo lembram no vídeo desta entrevista que, se não fosse a música, estariam no caixão nesse momento, porque pertenciam a zonas de influência contrária e estavam quase sempre envolvidos em brigas.

Os rappers-cia trazem uma onda diferente, original. Até agora só eles sabem cantar assim. Já trocaram a linguagem do crime pela linguagem musical e estão também a mudar a forma de cantar e entender o Rap, transmitindo em cada verso o sentimento das ruas.

Quem ouve a música dos Séketxe consegue facilmente traduzir na sua própria língua a mensagem nela subentendida. Vê nesta primeira entrevista da carreira a forma como o novo fenómeno do Rap Nacional esgrime os seus pensamentos.

as cargas mais recentes

Lil Wayne anuncia duplo lançamento do álbum `Tha Carter VI´ e da mixtape `No Ceilings 3´

há 1 ano
Um mês após informar à Variety que o seu “álbum favorito da série Carter estava a caminho”, Weezy, reiterou este sábado em entrevista à ESPN, que não tem planos de “desacelerar” tão cedo e que está para breve o lançamento do álbum `Tha Carter VI´ e da mixtape `No Ceilings 3´.

10 anos depois Diff regressa ao game para revolucionar o Rap

há 1 ano
É dos rappers mais modernos da actualidade e só não deu cartas porque esteve dez anos fora do mainstream, mas, está de volta e desta vez com um EP de 4 faixas musicais, incluindo os respectivos vídeoclips. Além da obra, o músico preparou uma “bomba” com Anselmo Ralph e fala à Carga sobre o seu regresso.

Lady Gaga apresenta sexto álbum

há 1 ano
Lady Gaga lançou sexta-feira o seu novo álbum, intitulado “Chromatica”, marcando o seu retorno na música pop, quatro anos depois do disco “Joanne”

Comunidade artística solidariza-se com Bang

há 10 meses
Foi recentemente tornado público, por meio das redes sociais e reforçado via comunicado de imprensa assinado pela Bang Entretenimento e StrongLive, que o empresário e produtor de eventos moçambicano Adelson Mourinho, popularmente conhecido como Bang, encontra-se gravemente doente e necessita de ajuda financeira.

Elias Dya Kimwezo celebra 85 anos: “Estou feliz por isso”

há 10 meses
Há muito que a data de aniversário de Elias Dya Kimwezo mereceu atenção especial, tal como aconteceu na manhã de hoje na sua residência. Uma comitiva do Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente, encabeçada seu pelo titular, apagou com o artista as 85 velas.

Roley anuncia novo álbum com participações de Masta, Eric Rodrigues entre outros

há 6 meses
Esta não é a primeira vez que o rapper moçambicano traz vozes angolanas nos seu projectos, já no álbum de estreia “Roley”, contou com Rui Orlando e Young Double, e no ano passado, lançou “Pensamentos” e teve participação de Paulelson.

Espaço Luanda Arte participa na `African Galleries Now´e `Prizm Miami´ em simultâneo

há 11 meses
A galeria ELA- Luanda Espaço Arte representa Angola em duas feiras internacionais de arte, nomeadamente: a `African Galleries Now´/´Galerias Africanas Agora´, que teve início hoje e a `Prizm Miami´, uma feira de arte online com base física em Miami, a ter início no próximo dia 30 de Novembro.

ORLEI: Há 10 anos a provar que o Rock em Angola já não morrerá

há 1 ano
Devido sua magnitude, O Rock Lalimwe Eteke Ifa ” O Rock Nunca Mais Morrerá ” confunde-se com as celebrações da fundação da cidade do Huambo. Este ano, o evento assinala o 10° aniversário e a organização reinventou-se e trouxe 10 dias de espectáculos intensos com as principais bandas de Rock nacional.

Nelson Freitas recebe Disco de Ouro por causa da música “Dpos d’Quarenta”

há 1 ano
Lançado em Junho último, o single antigiu mais sete milhões de visualizações no YouTube e fará parte do próximo álbum do cantor cabo-verdiano, que está a ser preparado neste momento.

‘Mulheres d’Palavra’ em cartaz no CCBA nos dias 9 e 10 de Julho

há 4 meses
Um espetáculo de poesia falada e performance que junta Irene A`mosi, Sandra Bande, Nzola Kuzedíua e Adolfina Lua, quatro grandes mulheres e referências do spoken word, para brindar de forma poética, artística e interactiva, reflexões sobre o “real” posicionamento da mulher em África e no mundo.

Canal de TV HBO supera Netflix na transmissão de séries nos prémios Emmy

há 1 ano
O Emmy, principal premiação da TV americana, anunciou neste domingo os vencedores da sua 72ª edição. “Schitt’s Creek” com sete estatuetas, incluindo a de melhor série do género foi a mais premiada.

Angola Music Awards: nomeados serão conhecidos já este mês

há 1 ano
Os artistas nomeados para a sétima edição dos AMA serão apresentados no dia 20 deste mês. O evento anual de premiação dos fazedores da música angolana passa agora a ser produzido e realizado pela Legenda Urbana e traz como grande novidade a categoria “Música Dos PALOP Mais Tocada em Angola”.

Dolly Parton recebe o equivalente a 8 bilhões de Kz por escrever a música “I Will Always Love You”

há 3 meses

Killuanji: “Os fazedores do Rap gospel em Angola andam distraídos e tornam o estilo frágil e fraco ao ponto de ninguém os ouvir”

há 1 ano
Lançou recentemente o EP Apocrypha e embora esteja na música há mais de uma década, Killuanji considera que agora sim, a sua carreira começou. O rapper que faz da crença o seu sacerdócio assume-se como o “novo rosto do Rap Gospel em Angola”, e garante que chegou para dar uma lufada de ar fresco ao estilo.

Google coloca Mbira “Kisanje” no motor de busca

há 1 ano
O instrumento musical originário do Zimbábue, conhecido em Angola como Kisanje, está a ser exibido desde ontem na página inicial do motor de busca e permite os usuários executá-lo. O objectivo é marcar a “semana cultural do Zimbábue”.

Paulo Flores lança “Semba Original” para Carlos Burity e Waldemar Bastos

há 10 meses
A música começou a ser construída muito antes da notícia sobre os passamentos físicos de Waldemar Bastos e Carlos Burity e já faria parte do álbum “Independência”, com lançamento previsto para Abril de 2021.