Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente esclarece contrato dos 148,3 milhões

À revista Carga, o Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente (MCTA) esclareceu, como aconteceu a suposta fraude financeira de 148,3 milhões de Kwanzas que envolve a Karga Eventos, empresa do músico Big Nelo. Explicou também se vai ou não revogar o contrato para dar lugar a um novo concurso para a composição do hino das celebrações do 45.° aniversário da independência de Angola.

Informações dão conta de que, o Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente favoreceu a Karga Eventos no concurso para a composição do Hino dos 45 anos da Independência. O quê que se passou de concreto?

Os quadros do Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente não agem nem decidem em nome próprio. Toda e qualquer decisão que os nossos quadros tomaram até aqui esteve sujeito a escrutínio da Comissão Interministerial. Ou seja, nenhum de nós está alheio ao trabalho que está a ser desenvolvido por esta Comissão.

O quê que aconteceu para que os valores do contrato, que previa a transferência de 14 milhões a Karga Eventos, disparasse para 148,3 milhões de Kwanzas?

Os processos de contratação pública são constituídos por diversas peças, ou seja, vários documentos que suportam todos os actos que se praticam até à escolha do vencedor. É natural que possam haver, nalguns casos, erros, contradições, imprecisões ou lapsos que devem e serão corrigidos. Contudo, qualquer um dos documentos a que eventualmente o NJ tenha tido acesso, sendo parte do processo, foram objecto da apreciação em sede do concurso, sob supervisão da Comissão Interministerial para a comemoração do 45.° Aniversário da Independência. É perfeitamente natural que, na execução do contrato, se possam corrigir eventuais imprecisões da fase de contratação. É grande a diferença numérica, mas os termos de referência são claros quanto ao montante disponível para vários serviços, incluindo a campanha de marketing. Quando chegámos a este Ministério o contrato já tinha sido celebrado. Importa ainda assim referir que — e dada a dimensão simbólica da data em si — houve uma alteração na agenda programática das comemorações dos 45 anos da independência do país, que obrigou a redefinição de muito do que esteve inicialmente elaborado, discutido e decidido com incidência também neste contrato em especial. Portanto, não houve propriamente alteração nos valores do contrato. Existe, sim, um contrato, e este prevê um valor.

Este valor chegou ou não a ser transferido para a conta da empresa Karga Eventos?

Não. Eis o motivo do descontentamento da empresa.

Neste preciso momento qual será a decisão do
Ministério? Vai ou não revogar o contrato?

Os contratos são celebrados por mútuo acordo, mas estes podem ser alvos de alterações ou eventuais revogações, totais ou parciais. Portanto, o que está aqui em causa não é se o Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente está preparado para litigar em tribunal. Não é papel do nosso Ministério litigar em tribunais com os seus fornecedores, a menos que haja fundamento, quando houver. Nós temos uma missão, que pode ser tortuosa ou não. E é importante notar que neste sentido existe uma Comissão Interministerial e ela é a entidade com competências para dirimir todo e qualquer problema que venha a existir a nível do programa geral das comemorações.

É também sabido que o Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente orientou os meios de comunicação social para cancelar a veiculação do referido hino. Por que desta decisão?

Foi solicitado a produtora que desse uma melhorada na letra e composição da música, nada relacionado com a interrupção do making off.

Quando e como foi que o Ministério soube do assunto?

A titular do Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente é a responsável, enquanto membro da Comissão, pelo contrato referente à música ou o hino dos 45 anos da independência nacional, tal como existem outras actividades relacionadas e tratadas, quer pela Comissão Interministerial, como por cada um dos seus membros ou outras entidades do Estado.

Quer dizer que o contrato com a Karga Eventos continuará válido e que não haverá um novo concurso?

Não confirmamos esta informação.

as cargas mais recentes

Dr. Dre: Após receber exigência de USD 5 milhões, rapper vence disputa conjugal

há 2 anos

Novo álbum de Matias Damásio já está disponível

há 2 anos
Trata-se de um projecto musical com seis faixas nos estilos Semba, Kizomba e Pop com participações de Filho do Zua, Aina Quach e Puto Português. Está oficialmente disponível desde ontem nas plataformas digitais.

É oficial, `The Old Guard´ terá sequência

há 3 anos
`The Old Guard´chegou à Netflix neste fim de semana, e foi um dos filmes mais assistidos desde então. Protagonizado por Charlize Theron, o filme de acção é uma adaptação da HQ homónima de Greg Rucka, que possui cinco volumes. Isso explica o final aberto do filme que, segundo a Directora Gina Prince-Bythewood, pode sim ter uma sequência.

SADIA ameaça levar Unitel a tribunal

há 2 anos
A Sociedade Angolana de Direitos de Autor exige 453 milhões de Kwanzas da operadora de telefonia móvel, pelas músicas executadas no Kisom Unitel e Toque de Espera.

NGA disponibiliza hoje três novos projectos musicais

há 2 anos
Constituído por “Só Se Vive Uma Vez”, “Por Nós” e P’ra Nós”, o triplo lançado nas celebrações do 38.° aniversário do artista angolano radicado na Linha de Sintra representa a consistência lírica do vasto registo fonográfico, onde se destacam “Filho Das Ruas”, “King”, “Filho Das Ruas 2.

Dançarinos de breakdance passam a contar com um novo espaço para divulgarem seus talentos

há 2 anos

Bob da Rage Sense: Na linha da frente dos protestos

há 3 anos
Ao contrário de muitos artistas que se limitam a “protestar” nas redes sociais, o rapper saiu às ruas para também dar voz às palavras de ordem: “Vidas Negras Importam”, “Justiça, justiça, nós queremos justiça” e “Só queria respirar, mas até para isso tenho que suplicar”.

O Bar do Gilmário: Stand-up comedy e ficção marcam a estreia televisiva a solo de Gilmário Vemba

há 2 anos
Gilmário Vemba faz a sua estreia televisiva a solo no canal Mundo FOX, na DSTv. O seu novo programa “O Bar do Gilmário” combina stand-up comedy e ficção.

Kool Klever dá voz à saga dos ‘Poetas de Bairro’

há 3 anos
O rapper Kool Klever junta-se a Mamy, Duc, Lizzy, Soldier, Luso e Nucho para dar corpo à saga do projecto Poetas de Bairro. Os sete artistas estão em estúdio a gravar o tema “Se Eu Morrer Amanhã”, cujo videoclipe estreia brevemente no YouTube da Carga.

Opinion makers participam de `Masterclass´ sobre “Construção e Gestão de Marcas”

há 2 anos
O evento denominado Masterclass vai decorrer no formato virtual, através da plataforma Zoom, facilitando assim o acesso de todos os interessados na matéria.

Pedrito comemora meio século de carreira com sabor a despedida

há 2 anos
O músico Pedrito começou ontem a caminhada para a despedida dos palcos, com um concerto no projecto musical “Show do Mês” onde viajou pelos 50 anos de carreira.

Lady Gaga vende roupas íntimas para promover o novo álbum

há 3 anos
Um mês depois da publicação da capa do álbum, a Rainha dos Little Monsters anunciou para 29 do corrente o lançamento do novo CD, o sexto da carreira. intitulado ‘Chromatica’, a obra está a ser promovida através de um conjunto de roupas temáticas e peças íntimas.

Prodígio e Paulo Flores disponibilizam novo vídeoclip

há 2 anos

Família real autoriza sessões de cinema públicas em casa

há 2 anos
A monarca permitiu que se realizassem sessões de cinema ‘drive-in’ no jardim da casa de campo da família, em Norflok, no Reino Unido.

Kyaku Kyadaff deixa LS Republicano

há 3 anos
De acordo com uma fonte, o autor de sucessos como “Sete sete e rosas”, “Monica”, “Bibi”, entre outras, não renovou o contrato com a LS.

Além da actuação no Nova Vida este sábado, Força Suprema protagoniza outro grande concerto no Golf 2

há 1 ano
Passaram-se já um ano e seis meses desde que NGA, Prodígio e Don G estiveram em palco para um espectáculo com igual dimensão, em Luanda, uma agenda atribuída ao surto pandémico, já que à Carga NGA revelara, em entrevista, que o grupo pretendia visitar algumas localidades do território angolano.