Um ano sem Carlos Burity

A primeira quinzena de Agosto de 2020, foi uma das piores semanas para a cultura nacional. Enquanto a nação ainda enxugava as lágrimas pelo passamento físico de Waldemar Bastos, acontece outro infortúnio no mundo da música, Carlos Burity veio a falecer no dia 12 de Agosto de 2020, em Luanda, também vítima de doença, aos 67 anos de idade.

Carlos Fernandes Burity Gaspar nasceu, em Luanda, no dia 14 de Novembro de 1952, e viveu parte da adolescência no Moxico, onde integrou, em 1968, a formação pop–rock “Cinco mais um”, com Catarino Bárber e José Agostinho, o último do Duo “Missosso, com Filipe Mukenga.

Próximo das turmas e da movimentação dos grupos de Carnaval luandenses, Carlos Burity já era, no princípio dos anos 70, figura de cartaz na Sede Social de São Paulo, importante centro cultural e de recreação da cidade de Luanda, alinhando, como vocal, em agrupamentos musicais consagrados: Kiezos, Negoleiros do Ritmo, África Show e Águias Reais.

Em 1974 grava, com o Grupo Semba, uma selecção de músicas angolanas que ficou na história da Música Popular Angolana. O seu primeiro single incluiu os temas “Ixi Iami” e “Recado”. Neste mesmo ano, divide o palco com David Zé e Artur Nunes, num grande espectáculo realizado na Cidadela Desportiva de Luanda.

Após ter lançado “Angolaritmo” (1991), “Carolina”, 1992, “Massemba”, 1996, “Uanga”, 1998, “Zuela ó Kidi”, 2002, “Paxiiami”, 2006, o músico lançou em 2010 “Malalanza”, que viria ser o seu último álbum.

Carlos Burity esteve em palco pela última vez em Dezembro de 2019 na Casa 70 para protagonizar o Duetos N’Avenida, em companhia de Patrícia Faria e Gersy Pegado e com o suporte da Banda Maravilha.

O espectáculo encerrou a terceira temporada deste conceito e reuniu cerca de 450 pessoas. Na condição de homenageado da noite, o músico deixou o público nostálgico ao interpretar “Ojala Yeya”, “Dona Cachi”, “Nzumbi Dya Papa”, “Minga”, “Monami”, “Tia Joaquina”, “Paxi Yami”, “Canção Nostalgia”.

Homenagens:

  • O artista plástico Thó Simões eternizou-o com uma pintura no mural de referências da música angolana.
  • Seu último concerto no Duetos N´Avenida foi transmitido em reposição.
  • Foi homenageado em conjunto com outros artistas no Show do Mês.
  • Semba Original: Paulo Flores homenageou-o juntamente com Waldemar Bastos.
  • Foi homenageado na Galeria do Semba.
  • Juntamente Waldemar Bastos e Bangão, consta de uma proposta  toponímia de uma rua no Benfica.

as cargas mais recentes

Do Kuduro ao Rap: Delver Mancha mostra a naturalidade do seu talento

há 1 ano
Actualmente canta Rap e, ao mesmo tempo, é produtor. Se recuarmos no tempo para ver onde o músico começou, será difícil acreditar que este é o mesmo Delver que, em 2008 , procurava por um “lugar ao sol no Kuduro”.

Adele lidera a lista de álbuns femininos mais vendidos de todos os tempos

há 1 ano
Adele detêm o record com o álbum “21”, com um total de 4.22 milhões de unidades vendidas.

Galáxia, o musical que todos devem assistir

há 1 ano
O auditório da Laasp testemunhou nos dias 25 e 26 de Março, o musical Galáxia, um espectáculo de teatro musical que pretende despertar o angolano da lobotomia social.

Este é o objecto que Vincent van Gogh usou para tirar a própria vida

há 2 anos

Cinemas reabrem quarta-feira

há 2 anos
As salas de cinema, em Luanda, reabrem a partir de quarta-feira, seis meses depois do encerramento por conta da pandemia do Covid-19, informou a comissão multissectorial através de um decreto.

NBA All-Star 2022: Steph Curry vence All-Star MVP com recorde de 50 pontos

há 4 meses
Curry estabeleceu um recorde de All-Star Game ao drenar 16-de-27 tentativas de 3 pontos, quebrou o anterior recorde de Paul George, estabelecido em 2016. O armador terminou com 50 pontos em 17-30 remates do campo, cinco ressaltos, duas assistências, dois blocos e um roubo, quase igualou o recorde do All-Star Game, detido por Anthony Davis, que chegou aos 52 em 2017.

A partir de agora filmes angolanos passarão a ser premiados com até 13 milhões de Kwanzas

há 12 meses

Yola Araújo e LS Republicano rompem contrato por alegada “incompatibilidade”

há 2 anos
Depois de pouco mais de 10 anos de trabalhos, a cantora deixa de pertencer a LS Republicano, por causa de “incompatibilidades”.

Isis Hembe promove liberdade de expressão com concertos grátis de Hip Hop nas ruas

há 10 meses
O artista está a desenhar uma nova era para rap alternativo angolano. Sua abordagem foge dos padrões e estereótipos que caracterizam esta vertente específica do Rap. 

Mais um talento do Girabola é contratado pelo Sporting de Portugal

há 11 meses
Trata-se de Chicharito, um jovem avançado de 18 anos que se destacou no Girabola 2019/2020 pelo Interclube de Luanda.

Em dia de aniversário Nankhova brinda os fãs com novo videoclip

há 1 ano

FILA lança nova colecção de ténis para homenagear primeiro álbum de Notorious B.I.G

há 2 anos
Para homenagear o 25.º aniversário de “Ready To Die”, álbum de estreia de Biggie, a FILA anunciou o lançamento de uma nova colecção de ténis “FILA x Biggie”, com cores característicos da referida obra.

Produtor Algo Desconhecido anuncia lançamento da beat tape “Bengha Producers”

há 2 anos
O projecto que junta dez produtores nacionais, terá o equivalente a um beat por cada interveniente. Intitulada “Bengha Producers”, a beat tape será lançada em Agosto em todas as plataformas digitais.

Malcolm & Marie: Críticos questionam diferença de idade dos actores e John David Washington rebate

há 1 ano
A pouco menos de um mês para a estreia do filme `Malcolm & Marie´, os 12 anos de diferença entre o casal protagonista, tem sido razão para fortes críticas.

Após ter conta de Instagram hackeada Kid MC alerta “redobrem a segurança e tomem cuidado ao interagir com páginas estranhas”

há 1 ano
Aconteceu no princípio do passado mês de Abril, mas poucos se aperceberam que o perfil oficial do Instagram de Kid MC estava nas mãos de hackers. Já com outra conta activa, o rapper detalhou à Carga, que tudo ocorreu após receber mensagens de actualização de dados.

SADIA cria Cartão Arte para apoiar associados

há 2 anos
A Sociedade Angolana de Direito do Autor (SADIA) pretende criar um fundo cultural, que terá como principal objectivo apoiar autores e artistas sempre que se justificar, e terá um valor inicial dez milhões de Kwanzas.