Um novo talento no nível dos “grandes” do Ghetto Zouk nacional

Carlos Ernesto é dos poucos talentos que já não tem muito para provar. A forma como impõe sua voz nos instrumentais, leva-nos a pensar que está há vários anos na música, mas ainda é novo no mercado.  

Para se ter uma ideia sobre a sua capacidade artística, basta ouvir o modo como interpreta suas primeiras músicas da carreira “Insubstituível” e “Padrasto” disponíveis no Youtube, que, apesar de serem produzidas pelo irmão menor, podem estar a nível dos grandes do Ghetto Zouk angolanos.

É um artista que prima pelo rigor estético e conteúdo. Parte das suas letras são dedicadas a relações sociais e dramas amorosos. Sabe fazer direcção artística, toca um pouco o piano, dá aulas de canto e apresentou à Carga seus novos trabalhos.  

Seu envolvimento com a música começa na igreja. Quando e por que razão enveredou para o World Music?

Desde muito cedo ouvi Anselmo Ralph e outros artistas, que tentaram exprimir os seus e os sentimentos dos outros por essa arte, e isso despertou em mim um enorme interesse e vontade de fazer o mesmo.

Esta vontade já gerou duas músicas. Que ganhos conseguiu com estas canções?

Felizmente, ganhei bastante notoriedade pelo público e amantes do estilo de música que faço, ganhei reconhecimento como bom compositor e o melhor de tudo foi a satisfação de ter encorajado várias pessoas a fazer denúncias contra o abuso sexual.

Como é que está a encarar essa “aventura”?  

Bastante satisfatória. Cada dia que passa, os desafios crescem e a minha vontade de crescer como artista também.

Nas músicas “Padrasto” e “Instituível” procura, de certa forma, trazer à tona a discussão de um fenómeno ainda tabu na nossa sociedade. Por que acha que deve abordar estes problemas nas suas canções?

Acho que é a melhor forma de dizer para as pessoas que passam por essas situações que tudo vai ficar bem; que é necessário tomarmos uma certa atitude para ultrapassarmos certas situações.

E que temas preparou para as suas próximas músicas?

Estou agora em estúdio a gravar a nova música, intitulada o Bruxo, que conta a história de um senhor que criou e educou os filhos, posteriormente surgem alguns problemas na vida dos filhos e os mesmos decidem recorrer a forças ocultas e o “feticeiro” alega que o senhor que os educou, formou e os amou é o causador de alguns problemas que os mesmos estão a enfrentar. A outra fala sobre a fuga paternidade.

Quando é que pretende apresentá-las?

As músicas serão apresentadas já com vídeoclips. Por agora, estou a reunir condições para que muito em breve isso aconteça.

 Com que participações contará?

As participações ainda não poderei revelar, infelizmente. Até porque estou aguardando algumas confirmações, mas desejo imenso trabalhar com Rui Orlando e o Cef Tanzy.

O quê lhe está a marcar mais durante a trajectória e lições tem tirado disso?

Há um tempo apresentei uma composição a um produtor internacionalmente reconhecido, e de tão nervoso que estava, acho que acabei por estragar a apresentação e, desde então, aprendi que os meus medos nunca devem superar a minha vontade de vencer

Que palcos geralmente se tem apresentado?

Normalmente a minha agenda tem estado lotada por casamentos. Felizmente, sou bastante solicitado em casais e padrinhos.

as cargas mais recentes

Sintoniza 96.1 FM: O LIVRO “Vida em Papéis e Letras”

há 1 ano
O LIVRO “Vida em Papéis e Letras”, é descrito como um programa que expõe o livro na sua plenitude: Edição, Pesquisas, Ilustrações, em suma, tudo o que faz parte da constituição de cada livro publicado. No ar todas as quartas-feiras, das 15 as 16 horas, o espaço está focado nos Autores, Editores, Críticos e Leitores.

“In Da Club” atinge 1 bilião de views no Youtube

há 2 anos
50 Cent acaba de atingir os 10 dígitos de views. O vídeo datado de 2003, que teve a participação de Eminem e Dr. Dre entrou em “território” lendário.

Majoskill, a voz da esperança do Rap das ruas

há 3 anos
Majoskill vem do Morro Bento, em Luanda. O rapper está no movimento há cinco anos e é apontado como o representante da cultura Hip Hop do seu distrito. Tem duas mixtapes publicadas e apresentou à Carga o seu ambicioso projecto musical para os próximos meses.

Músico Neil Young processa Trump

há 3 anos
O músico Neil Young vai mover um processo em tribunal contra Donald Trump, pelo uso indevido da sua música nos comícios do actual presidente dos EUA.

Elias Dya Kimuezo fala sobre a função que sua música desempenhou no Início da Luta Armada

há 2 anos

Ouvir música através de um implante no cérebro é a mais nova proposta da Tesla

há 3 anos
Elon Musk, CEO da marca de automóveis Tesla e da empresa aeroespacial SpaceX, que colocou recentemente dois astronautas em órbita, afirma que vamos deixar de precisar de auscultadores em breve, porque vamos passar a ouvir música através de um micro-chip no cérebro.

Num dia como hoje, Waldemar Bastos partia para a eternidade

há 1 ano
A assinalar o primeiro ano post mortem, Waldemar Bastos será homenageado na festa do Avante!, no concerto `Ndapandula´, a decorrer no próximo dia 3 de Setembro, com a direcção artística e musical de Aline Frazão e participações de Sara Tavares, Karyna Gomes e Toty Sa’Med.

Suposto abandono parental força filha de Dr. Dre a fazer de um carro a sua moradia

há 2 anos
LaTanya Young, de 38 anos, trabalha na DoorDash, Uber Eats como entregadora, e afirma que não consegue pagar um apartamento na Califórnia, por isso mora numa viatura alugada.

Ex-exposa de Dr. Dre está a ser investigada por desvio de dinheiro nas contas do rapper

há 2 anos
A ex-esposa do Dr. Dre, Nicole Young , está a ser investigada pelo Departamento de Polícia de Los Angeles por suposto desfalque financeiro nas contas da empresa do produtor.

Tribunal e SIC tranquilizam artistas: “Processos sobre pirataria são dos mais céleres”

há 2 anos
os crimes de pirataria e a contrafacção de obras musicais audiovisuais e fonográficos podem ser resolvidos em apenas dois meses, caso o lesado decida processar o seu autor, cuja pena é convertida em valor pecuniário.

Dybala testa positivo pela quarta vez

há 3 anos

Escritores angolanos assinam carta de protesto contra o racismo

há 3 anos
Os escritores angolanos Pepetela, José Eduardo Agualusa, José Luís Mendonça, Ondjaki, Adriano Mixingue e Abreu Paxe subscreveram uma nota de protesto contra as acções racistas registadas em várias partes do mundo, em particular nos Estados Unidos da América.

50 cent recusou 1 milhão de dólares para aparecer na campanha de Trump

há 2 anos
Ao The Breakfast Club, o artista confessou que ganhou interesse em Trump após lhe ter sido proposto os valores, e não pelas políticas fiscais. Mas sublinhou que estava consciente de que votaria em Joe Biden.

The Weekend anuncia que nunca mais vai concorrer aos Grammy Awards

há 2 anos

Acaba de ser “erguido” o primeiro polo de produção e ensino de Dikanza em Angola

há 2 anos
A Fundação Arte e Cultura foi ontem instituída, como Polo de Produção e Ensino da Dikanza em Angola, particularmente a cidade de Luanda. A entrega simbólica das Dikanzas foi feita pelo Vice-Governador de Luanda para o sector Político, Social e Económico, Dionísio da Fonseca, no espaço Wyza Anfiteatro da Fundação.

Ashanti e Keyshia Cole aceitam desafio de estar cara a cara num desfile de hits

há 2 anos
Os trabalhos das divas da música americana são amplamente conhecidos pelos angolanos. As cantoras vão confrontar-se, no próximo sábado, 12 de Dezembro, num desfile musical, que será transmitido no Instagram.