Vanda Pedro: “O teatro é ciumento, precisas de tempo para viver e aprender intensamente”

“Uma mulher de acção e artista de grande potencial”, é como quer ser lembrada a profissional de 38 anos de idade, 25 dos quais dedicados à arte da representação. Uma trajectória que, nas palavras, de Vanda, foi pautada por muita intensidade entre “choros e risos”, que será imortalizada no livro.

Num casamento entre a literatura e o teatro, a eterna Luena do Conversas no Quintal colocará brevemente à disposição do público a obra “Guia Básico para Iniciantes de teatro”.

Com o selo da Literáfrica, a publicação vai discorrer sobre toda a sua experiência, trazendo detalhes da sua participação activa na construção desta arte, a nível nacional.

Qual é o balanço que faz destes 25 anos dedicados à arte?
Faço um balanço positivo da minha trajectória e não me arrependo das escolhas que fiz por amor à arte que escolhi como profissão.
Independente de achar que, se o meu país oferecesse melhores condições para trabalhar, com 25 anos de carreira, já teria oferecido muito mais em termos de resultados profissionais.

Vanda ficou conhecida enquanto interpretava o papel de Luena, em Conversas no Quintal… que outros trabalhos marcam o início da sua carreira?
O início da minha carreira em televisão foi com o Conversas no Quintal, mas os trabalhos que vieram a seguir foram consequência de um início muito bem feito e com muito profissionalismo, como a novela Windeck, Jikulumesso, filmes e, claro, várias peças teatrais a nível nacional e internacional sem esquecer a trajectória em jornalismo em televisão também.

Vanda Pedro: “O teatro é ciumento, precisas de tempo para viver e aprender intensamente”
Fotos: Kátio de Oliveira

Como surge a ideia de associar a literatura ao teatro?
A ideia surgiu em 2018 com os projectos teatrais em que estava inserida e em que muitas vezes convidávamos figuras públicas que não tinham experiência nenhuma com o palco e sem noções básicas sobre teatro e que tinham dificuldades em meter em prática os nossos ensinamentos.
Foi aí que decidi fazer um fascículo com definições básicas sobre teatro para ajudar… mas durante o estado de emergência e isolamento social, estava com bastante tempo e decidi estruturar o texto: contar um pouco da minha história, quando dei conta tinha conteúdo para um livro risos.

Qual foi o passo a seguir?
Fiz um live com João Canda, que é dono de uma editora no Brasil, para falar sobre teatro e durante a conversa, falei que estava a estruturar um texto que possivelmente podia virar um livro, ele pediu que eu enviasse e decidiu lançar o livro pela editora Literáfrica… assim nasceu `O Guia Básico para iniciantes de teatro´.

Quero ser lembrada como uma mulher de acção, comprometida com aquilo que acreditava e, principalmente, uma artista com um grande potencial!

Quanto tempo necessitou para a concepção da obra?
Da ideia ao lançamento, três anos. Mas só porque não era objectivo ser um livro.

Este `Guia básico para iniciantes de teatro´ traz conteúdo didáctico ou trata-se apenas de um relato da sua experiência e trajectória?
Um relato breve sobre minha trajetória e conceitos básicos para aqueles que não percebem “nadaaaaaa” de teatro passarem a perceber e se apaixonarem por essa arte maravilhosa de uma forma clara e objectiva.

Na representação existem segredos que só os mais experientes dominam. Contou com a ajuda de outros mestres para o conteúdo?
Não, trata-se de um guia básico então contei o básico segundo minha experiência… futuramente quem sabe lanço algo mais técnico e didáctico e aí sim vou recorrer aos mestres com mais tempo e técnicas como Adelino Caracol, que tem uma escola de formação ou Mena Abrantes, Beto Cassua, Valter Cristóvão, Flávio Ferrão, Bi, Lourenço Teixeira , Piroteu que têm uma estrada Longa e quando comecei eram os mestres e continuam a ser os percursores do teatro em Angola .

Qual é, no fundo, o maior segredo para se ser uma boa actriz ?
Não existe outra forma de ser uma boa actriz a não ser estudar as técnicas e praticar. A arte de representar se aperfeiçoa com prática das técnicas constantemente até chegar a perfeição para cada personagem. O teatro é ciumento, precisas de tempo para viver e aprender intensamente.

Como gostaria de ser lembrada nas lides artística, daqui a 25 anos ?Como uma mulher de acção, comprometida com aquilo que acreditava e, principalmente, uma artista com um grande potencial que se tivesse condições para trabalhar teria sido uma “GRANDE ARTISTA”, mas ainda tenho esperança e continuo a correr atrás do meu sonho de ser grande .

as cargas mais recentes

Duetos N´avenida: “É um projecto inclusivo, que dá o palco a quem tem qualidade”.

há 1 ano
Projecto musical reafirma inclusão e valorização artística na abertura da 4ª temporada.

João Lourenço felicita projecto “Live no Kubico”

há 1 ano
Durante o Live da dupla Gabriel Tchiema e Mito Gaspar, referente ao projecto “Live no Kubico”, da TPA, uma mensagem centralizou as atenções. Na sua página no twitter, o Presidente da República de Angola, João Lourenço, elogiou o projecto e felicitou os organizadores por “manterem viva a nossa cultura”.

Dupla Zeze Di Camargo e Luciano a beira do fim

há 8 meses
Os sinais aumentaram nos últimos meses após Luciano lançar carreira solo gospel.

Hannah Gomez quer conquistar o “Top dos Mais Queridos”

há 1 ano
A antiga estrela do “Unitel Estrelas ao Palco” soma e segue. Assinou com a Quebra Galho e gravou o seu primeiro álbum. A jovem de 22 anos quer pisar os maiores palcos do mundo e revela a ambição de conquistar o Top dos Mais Queridos ou o Angola Music Awards.

Ariana Grande surpreende fãs com um novo álbum

há 10 meses
Trata-se do seu primeiro trabalho a solo este ano e foi produzido durante a pandemia. O álbum sairá ainda este mês, segundo o anúncio feito pela própria nas suas redes sociais.

Filme de estreia de Gilmário Vemba é o mais visto dos cinemas nacionais

há 4 meses
A tragicomédia `A Dívida´ chegou às salas de cinema no passado dia 26 de Fevereiro e foi visto, até a semana finda, por cerca de sete mil pessoas, atingindo assim a marca de filme produção local mais visto nos cinemas nacionais.

Burna Boy apresenta detalhes do seu novo álbum produzido por P. Diddy

há 12 meses
Intitulado “Twice As Tall”, o novo álbum do músico nigeriano teve a produção executiva de Puff Diddy, Bosede Ogulu e o próprio Burna Boy.

Yola Semedo ou Ary, qual das duas tem mais hits?

há 2 meses
Apesar de as duas vozes angolanas surgirem em períodos distintos, não há muitas dúvidas de que constituem as principais referências femininas da música angolana da actualidade. Nas suas carreiras contabilizam-se 46 anos de estrada, sendo 31 para Yola e 15 de Ary.

Kanye West entrega documentos de candidatura à Comissão Federal de Eleições

há 1 ano
Após rumores sobre a desistência às eleições presidenciais de 2020, Kanye West entregou ontem um conjunto de documentos à Comissão Federal de Eleições dos EUA para formalizar a sua candidatura. O comité político do rapper chama-se “Kanye 2020” e o projecto político “Birthday Party”.

Txi Txi: “Insistir em pautar o Semba é insistir em voltarmos para a escravatura”

há 1 ano
Patrice N’gangula Cardoso de Lemos ou Txi Txi é etno-musicologo. Sua carreira é marcada pela passagem em academias norte-americanas, belgas e países como Mali, G. Conacry,Egipto e R.D.C. Actualmente,dirige a OPDEAA,uma organização que promove as artes africanas. Em conversa com a Carga apresentou sua aula magna.

Presidente da Federação Angolana Futebol corre o risco de ser severamente castigado pela FIFA

há 8 meses

Brasileiros rendidos a Kid MC

há 1 ano
A música “Oração”, tema promocional do projecto Dj Caique e Kid MC, com o título “Décimo sexto ano”, parece ter convencido os amantes do rap, os brasileiros em particular.

‘Emoção Globo’ é estar live em casa de Paulo Rocha

há 1 ano
O talento Globo Paulo Rocha é o próximo convidado ao LIVE ‘Emoção Globo’ que acontece nesta quinta-feira, dia 23, às 20 horas de Angola no perfil de Instagram do canal Globo ON.

Mariza grava álbum em homenagem a Amália Rodrigues

há 10 meses
Com o título “Mariza Canta Amália”, o disco visa homenagear um dos grandes nomes do cancioneiro português, falecida em 1999.

Paulo Flores lança “Semba Original” para Carlos Burity e Waldemar Bastos

há 7 meses
A música começou a ser construída muito antes da notícia sobre os passamentos físicos de Waldemar Bastos e Carlos Burity e já faria parte do álbum “Independência”, com lançamento previsto para Abril de 2021.

Músico Vladmiro Gonga abre iniciativa para ajudar a internacionalizar clássicos angolanos

há 2 meses
O programa está a ser apoiada pelo Projecto Brilhar, integra aulas de violão e visa promover os clássicos do Semba, Kilapanga e Massemba, interpretados fundamentalmente em Kimbundu e Umbundu.