Vencedora do Festival da Canção de Luanda apresenta primeiros projectos

Além do principal prémio, Heróide dos Prazeres foi considerada a melhor voz do ano do Festival da Canção de Luanda, mas não é só o timbre vocálico que chama atenção, ela também escreve, e foi com a sua própria composição que ultrapassou vozes de referência da música angolana.

A sua carreia começou na dança, hoje já conta com cinco músicas e vai aproveitar o dinheiro que recebeu do festival para gravar mais alguns trabalhos. A letra com que se destacou foi um poema escrito para o seu próprio consolo. Em entrevista à Carga Magazine, a grande vencedora do Festival da Canção de Luanda 2020 apresentou os seus projectos.

Ultrapassou artistas com nomes no mercado, é o caso de Aylasa e Gari Sinedima. Como conseguiu fazer isso?

Sim, foi possível porque houve muito trabalho e muita dedicação. Eu sabia que estava a competir com quem já tem estrada, então coloquei toda minha energia e fé em Deus.

A canção com que se destacou foi escrita por si, contrário dos outros dez concorrentes. Em que circunstâncias a escreveu?

A música “Só No Olhar” era uma poesia longa e sofreu muitas alterações ao ser transformada em música. Fui à procura de ajuda de quem conhece a matéria e, então, se deu esta transformação. 

Há quanto tempo tinha este poema escrito e até que ponto concorrer com a sua própria letra foi fundamental para a vitória?

Tinha ela dois meses antes do festival. Escrevi-a em Janeiro deste ano. Foi mais emotivo e com isso, aprendi a dar mais valor às minhas letras e  correr atrás do que realmente acredito.

Por que razão optou por concorrer com este tema? 

A primeira versão era um Soul, mas a direcção do festival pediu-nos que transformássemos num ritmo mais africano, então optei pela Rumba. Eu não tinha noção de quão bonita ela ficaria! 

Sabe que o prémio poderá exigir mais de si. Qual vai ser o próximo passo?

Vou trabalhar mais com música claro, tal como faço já há 4 anos. Em cada degrau, há quedas e também ganhamos maturidade. O público terá uma Heróide com mais de maturidade e será visível nas composições.

O quê gravou durante esses quatro anos ? 

Tenho cinco músicas gravadas e mais algumas a serem preparadas.  Duas delas “Morri” (já tem 4 anos) e “Desejo Ser (com 2 anos) já  estão disponíveis. 

Como é que começou o seu envolvimento com a  música?

Sou artista desde muito cedo, comecei na dança. A minha carreira será caracterizada por vários géneros musicais. 

Já tinha participado por duas vezes no Festival da Canção de Luanda, que posições tinha ficado?

Eu concorri três vezes, desde 2018 a 2020. No primeiro ano, eu não tinha noção da dimensão do festival. Eu só fui, porque queria me divertir. 

Em 2019, fui com a vontade de honrar um amigo e levei o segundo lugar, defendendo o prémio de Konstantino “Melhor Produção”, mas eu queria o grande prémio e mesmo sem saber se estava a fazer o certo, eu pedi conselhos de pessoas especiais, como minha mãe. “esses prémios são dela.  

O que vai fazer com os 1 milhão e duzentos mil Kwanzas que recebeu de recompensa?

Vou apostar na minha carreira e no meu negócio de restauração. Para além de artista sou pequena empresária.  

O quê e quando sai os seus próximos trabalhos? 

Sem data ainda a anunciar. Mas serão músicas e vídeos ao mesmo tempo. 

Onde é que quer chegar com a música? 

O meu maior sonho é ser uma das maiores referências do music hall a nível mundial, representado Angola e África.  

Quais são as suas influências artísticas? 

Yola semedo, Alice Keys, Adele, Asa, Kueno Aionda, Ivete Sangalo. 

as cargas mais recentes

Arlindo Bizerra e Horácio Katchanja levam “Diálogos entre Gerações” à Galeria Tamar Golan

há 2 anos

Sebem: homenageado ao nível do seu palmarés

há 2 anos
A TV Zimbo transmitiu o show de homenagem ao Sebem. Foi um momento memorável para nossa cultura, sendo este género musical uma das referências da cultura angolana.

Taylor Swift “afronta” Kanye West com lançamento do novo álbum no mesmo dia que o rapper

há 2 anos
Perante o impasse entre ambos que já dura anos, e porque se sabe que Kanye não deixa passar nenhuma polémica, a questão que se impõe é, será uma feliz ou infeliz coincidência?

Apesar dos escândalos sexuais, R. Kelly continua a ser dos músicos mais ouvidos no mundo

há 12 meses
Mesmo depois do lançamento, em 2017, da campanha MuteRKelly, que exigia a retirada das suas músicas de aplicativos de rádio e música e que mais tarde, levou ao cancelamento de várias turnées de concertos do músico, R. Kelly continua a ser dos mais ouvidos.

Bonga abre espaço de discussões sobre a preservação da memória cultural africana

há 1 ano
O músico Bonga e o pesquisador e defensor da cultura angolana, Horácio Dá Mesquita, abrem hoje o “Conversas Entre Os Kotas”, um espaço de diálogo que permitirá criar ponte entre gerações por meio de narrativas de vivências de vida social e artística.

Cantor angolano Gelson Castro convence autora do sucesso “Jerusalema”

há 3 anos
A cantora sul-africana Nomcebo Zukedi, autora do sucesso “Jerusalema”, postou no seu estado no instagram, dois vídeos do músico angolano Gelson Castro, cantando a sua música.

Fair Play: Eminem afirma que Kendrick Lamar é um dos maiores letristas de todos os tempos

há 8 meses
O Rap muitas vezes apresenta-se como um “antro” do egocentrismo e o fair play raramente encontra lugar neste cenário, mas Eminem veio provar que nem sempre deve haver competições, especialmente entre diferentes gerações. O lendário rapper, reconheceu o potencial de Kendrick Lamar, elevando-o ao pódio dos melhores letristas.

Denzel Washington é eleito o melhor actor do século XXI

há 2 anos
O prestigiado diário norte-americano The New York Times elegeu Denzel Washington como o melhor actor do século. O actor de 65 anos está acima dos 25 outros da lista, posicionando-se em primeiro lugar.

Icónica gravadora Death Row Records abre museu virtual

há 1 ano

Raiva e Condutor abrem #REPERTÓRIO

há 2 anos

Tal pai, tal filho

há 3 anos
Os caminhos de Maya Cool e Eduardo Paím estão quase sempre ligados. Não é novidade que viveram juntos durante anos em Portugal e que Paím foi o seu mentor naquele país.

Neide Van-Dúnem lança projecto de teatro musical para crianças e adolescentes

há 2 meses

Prodígio completa “30 e Tal” anos e oferece um presente aos fãs

há 2 anos
A prenda chama-se “30 e Tal”, uma música com Paulo Flores, circunstancialmente lançada no dia em que Prodígio assinalou o 32° aniversário. Não os trinta e dois anos de carreira, mas de idade, pois o rapper rima há 21 anos.

Artista recebe ameaça de morte após sua música tocar no desfile de Rihanna

há 1 ano
Apesar de um pedido público de desculpas de Rihanna, após a repercussão, a lesada está a processar a marca Fenty e afirma que foi forçada a se esconder por causa das constantes ameaças.

Nas relembra desentendimento com Tupac

há 1 ano
A música faz parte do álbum “King’s Disease II”, lançado na passada sexta-feira e, já vem sendo considerada a melhor do álbum. Ao contrário do que se pode imaginar ao ler o título do artigo, `Death Row East´ não é uma música insultuosa à memória de Tupac Shakur.

JAY-Z encaixou mais de 300 milhões de dólares com a venda da sua marca de champanhe a Louis Vuitton

há 2 anos
Revelações da Forbes dão conta de que JAY-Z acabou por lucrar pouco mais de trezentos milhões de dólares, contudo, a marca ficou avaliada em muito mais.