Vênias aos Filipes

Os Filipes (Mukenga e Zau) foram homenageados, dois “monstros”, de nomes que atravessaram o oceano e levaram a angolanidade além-fronteiras. Seres que partilharam palcos com os melhores do mundo e inspiraram gerações. Foram homenageados vivos, desfrutaram da homenagem e é assim que deve ser na maior parte das vezes.

Vênias aos Filipes

O momento foi Filipes, mas não brilharam sozinhos. Os sucessos da dupla foram interpretados “brilhantemente” por outros artistas, como foram os casos de Mister Kim, Jay Lourenzo, Bavy Jackson e Gari Sinedima.

Num evento de muitas surpresas, duas se sobrepuseram as outras. Eduardo Paím e Maya Cool cantaram “Rosa Baila” e “Boca Azul”, respectivamente. Dois grandes sucessos cuja composição é da autoria de Filipe Zau, informação que para muitos foi uma novidade.

Lágrimas de emoção
Todos os intérpretes estiveram muito bem, mas um em particular chamou atenção de Filipe Mukenga ou seja mexeu com a estrutura emocional do kota, deixando-o em lágrimas. Trata-se de Jay Lourenzo que interpretou “Ndilokeva” com tanta paixão, que parecia ser o próprio Filipe.

Homenagem “viva”
Durante o show teve o momento das homenagens, em que os dois “Filipes” subiram ao palco. Na ocasião, receberam cada um quadro do projecto Show do Mês e foram aplaudidos de pé, num gesto considerado por Filipe Zau como mais altruísta de todos.

Vênias aos Filipes
Filipe Mukenga, Yuri Simão e Filipe Zau

É graças a vocês que somos o que somos, por isso quero agradecer de coração o carinho que têm por nós.

Informou que em 42 anos de carreira nunca tinham sido homenageados, enaltecendo o gesto da Nova Energia. “É a primeira vez que somos homenageados e a iniciativa vem da sociedade civil. Estamos muito gratos”, frisou em nome da dupla, visivelmente emocionados.

A história do show
O concerto começou com uma pequena homenagem a Kueno Aionda, músico falecido em Fevereiro. A banda do Show do Mês introduziu no “intro” extractos da música “Tu vives em mim”, criando um ambiente comovente.

“O canto da sereia” foi o primeiro tema interpretado, um instrumental que deixou a sala extasiada, seguindo-se músicas como “Domingas Kanhary”, “Umbi Umbi”, entre outras, até ao meio evento, momento em que Filipe Zau fez maior parte da plateia regressar à infância, com dois dos maiores sucessos infantis de todos os tempos (Grilo e Ilha da Fantasia), com participação de Alice Berenguel no primeiro e Kizua Gourgel no segundo.

O evento encerrou com um adeus a Luanda, com Gari Sinedima a interpretar a música “Eu vi Luanda”, tema que retrata a história de um rapaz de Cabinda que experimentou a vida na capital, mas, apesar da beleza, afastou-se optando pelo mar.

as cargas mais recentes

Cardi B vai a julgamento por colocar tatuagem de um homem na capa do seu álbum

há 8 meses
Cardi B usou no projecto Gangsta Bitch Music Vol. 1, lançado em 2016, como capa a imagem de Kevin Brophy Jr., o homem alega que a rapper retratou sua semelhança de “ forma enganosa, ofensiva, humilhante e sexual”.

Luso resume problemas intra-familiares em álbum de Rap

há 3 meses
A obra intitula-se “Laços de Família” e será lançado em formato físico e digital em Junho e Dezembro deste ano. É um retrato dos principais problemas vividos nos lares africanos assolados por brigas e influências sociais.

Madonna cancelou contrato com David Guetta por causa do signo do DJ

há 10 meses
A cantora tinha o contrato para gravação de um álbum com David Guetta. O interesse de Madonna em trabalhar com o DJ francês surgiu após este ter conquistado um Grammy, em 2011, por causa do remix do tema ‘Revolver’ da artista.

Sabia que a filha de George Floyd é a mais nova accionista da Disney?

há 1 ano
Desde acções da Disney a bolsas escolares, várias iniciativas foram tomadas para que Gianna, tenha opções no futuro. Com apenas 6 anos de idade, a órfã tem mostrado que já entendeu o impacto significativo que seu falecido pai deixou para trás, “o meu pai mudou o mundo”.

The Weekend doa 1 milhão de dólares para ajudar Etiópia a comprar alimentos

há 4 meses

#TheShowMustBePaused: Indústria da música paralisada

há 1 ano
A paralisação de apoio ao “Black Lives Matters” já começou a ter efeito em outras latitudes. Por aqui vários são os nomes da música que vão postando imagens nas redes sociais em sinal de apoio ao protesto contra a morte de George Floyd.

A vez dos SSP no Live no Kubico

há 10 meses
Domingo dia 27 de Setembro, o projecto Live no Kubico apresenta como cartaz os SSP, um dos grupos de Rap mais icónicos da lusofonia, num concerto aguardado com muita expectativa tendo em conta a popularidade do quarteto.

Kamy Lara entre as três melhores realizadoras de África

há 11 meses
Kamy Lara ficou classificada em 3ª lugar no Prémio Adiaha, na distinção para o melhor filme realizado por uma mulher africana no Encounters-Festival Internacional de Documentários da África do Sul.

Telma Lee assina com a Milionário Records

há 1 ano
Telma Lee é a mais nova integrante da produtora e distribuidora musical Milionário Records. O anúncio sobre a contratação da cantora acabou por ser confirmado por Mi Mosquito, CEO da gravadora.

Tribunal e SIC tranquilizam artistas: “Processos sobre pirataria são dos mais céleres”

há 2 meses
os crimes de pirataria e a contrafacção de obras musicais audiovisuais e fonográficos podem ser resolvidos em apenas dois meses, caso o lesado decida processar o seu autor, cuja pena é convertida em valor pecuniário.

Flávio e Bill Gonçalves “Seguem Em Frente” em novo vídeoclip

há 6 meses

Esta é a Nossa Memória: Dipanda é celebrada na TPA com a exibição de 5 documentários

há 9 meses
A Associação Tchiweka de Documentação e a Geração 80 em parceria com a TPA, a sesc digital e mostra de cinemas africanos celebram o mês da independência de Angola com exibição de 5 documentários.

Federação Internacional de Natação proíbe uso de toucas para cabelo afro

há 4 semanas
De acordo com a Federação Internacional de Natação e o Comitê Olímpico Internacional os atletas das competições nunca usaram e nem exigem o uso de bonés desse tamanho e configuração, mas muitos interpretam a medida como tratar-se de racismo.

Yunami: O rapper que representa Angola nos palcos da Hungria

há 11 meses

Robertinho mostra todo seu potencial no álbum ‘Nguma’, o terceiro da carreira

há 4 meses
O músico Fernando Lucas da Silva “Robertinho” anunciou a gravação do seu terceiro disco, intitulado “Nguma”, com saída prevista para o meio do ano.

Show do Mês faz maravilha

há 1 ano
Foi o quinto Show do Mês online e o primeiro com transmissão no canal 2 da TPA. Num período de Estado de Calamidade, com muitas limitações impostas por conta do Covid-19, a Nova Energia faz sentir o seu lado camaleónico, adaptando-se as circunstâncias e reinventando-se como ninguém.