Vênias aos Filipes

Os Filipes (Mukenga e Zau) foram homenageados, dois “monstros”, de nomes que atravessaram o oceano e levaram a angolanidade além-fronteiras. Seres que partilharam palcos com os melhores do mundo e inspiraram gerações. Foram homenageados vivos, desfrutaram da homenagem e é assim que deve ser na maior parte das vezes.

Vênias aos Filipes

O momento foi Filipes, mas não brilharam sozinhos. Os sucessos da dupla foram interpretados “brilhantemente” por outros artistas, como foram os casos de Mister Kim, Jay Lourenzo, Bavy Jackson e Gari Sinedima.

Num evento de muitas surpresas, duas se sobrepuseram as outras. Eduardo Paím e Maya Cool cantaram “Rosa Baila” e “Boca Azul”, respectivamente. Dois grandes sucessos cuja composição é da autoria de Filipe Zau, informação que para muitos foi uma novidade.

Lágrimas de emoção
Todos os intérpretes estiveram muito bem, mas um em particular chamou atenção de Filipe Mukenga ou seja mexeu com a estrutura emocional do kota, deixando-o em lágrimas. Trata-se de Jay Lourenzo que interpretou “Ndilokeva” com tanta paixão, que parecia ser o próprio Filipe.

Homenagem “viva”
Durante o show teve o momento das homenagens, em que os dois “Filipes” subiram ao palco. Na ocasião, receberam cada um quadro do projecto Show do Mês e foram aplaudidos de pé, num gesto considerado por Filipe Zau como mais altruísta de todos.

Vênias aos Filipes
Filipe Mukenga, Yuri Simão e Filipe Zau

É graças a vocês que somos o que somos, por isso quero agradecer de coração o carinho que têm por nós.

Informou que em 42 anos de carreira nunca tinham sido homenageados, enaltecendo o gesto da Nova Energia. “É a primeira vez que somos homenageados e a iniciativa vem da sociedade civil. Estamos muito gratos”, frisou em nome da dupla, visivelmente emocionados.

A história do show
O concerto começou com uma pequena homenagem a Kueno Aionda, músico falecido em Fevereiro. A banda do Show do Mês introduziu no “intro” extractos da música “Tu vives em mim”, criando um ambiente comovente.

“O canto da sereia” foi o primeiro tema interpretado, um instrumental que deixou a sala extasiada, seguindo-se músicas como “Domingas Kanhary”, “Umbi Umbi”, entre outras, até ao meio evento, momento em que Filipe Zau fez maior parte da plateia regressar à infância, com dois dos maiores sucessos infantis de todos os tempos (Grilo e Ilha da Fantasia), com participação de Alice Berenguel no primeiro e Kizua Gourgel no segundo.

O evento encerrou com um adeus a Luanda, com Gari Sinedima a interpretar a música “Eu vi Luanda”, tema que retrata a história de um rapaz de Cabinda que experimentou a vida na capital, mas, apesar da beleza, afastou-se optando pelo mar.

as cargas mais recentes

Na primeira tentativa de cobrança Sadia arrecada 10 milhões de Kwanzas

há 8 meses

Documentário sobre a Kizomba no festival indiano do cinema

há 1 ano
O filme angolano “Kizomba sem fronteiras” está a concorrer no festival indiano de cinema, na categoria de melhor documentário. O evento inicia no dia 06 de Setembro.

Jay-Z liga para governador de Minnesota a exigir justiça

há 1 ano
Muitos rappers participaram de protestos em várias partes dos Estados Unidos da América a exigir justiça pela morte de George Floyd. Os que não puderam, contribuíram para o Freedom Funds, que fornece dinheiro sob fiança para os presos manifestantes.

Lil Wayne reclama após ser excluído da lista dos convidados aos Grammy: “Não sou digno?”

há 10 meses
Apesar de estar nomeado à categoria de “Melhor Gravação”, o artista queixou-se, ontem, sobre as razões que levam a Academia a não o incluir, com frequência, e convidá-lo para o espectáculo de apresentação do prémio.

Afinal o que é um “OG” Original Gangster?

há 9 meses
O termo “Original” foi usado pela primeira vez por Crips, em 1972, e significava “nós somos os primeiros”. A seguir passou a ser usada por todos, independentemente da idade e estatuto.

Bonga abre espaço de discussões sobre a preservação da memória cultural africana

há 3 semanas
O músico Bonga e o pesquisador e defensor da cultura angolana, Horácio Dá Mesquita, abrem hoje o “Conversas Entre Os Kotas”, um espaço de diálogo que permitirá criar ponte entre gerações por meio de narrativas de vivências de vida social e artística.

No Dia Mundial da Voz, entenda a importância de cuidar da saúde vocal

há 2 anos
À semelhança de outros cantores, Selda e Sandra Cordeiro têm que fazer sacrifícios para manter intactas e puras suas cordas vocais. Apenar de nunca ter passado por uma experiência igual ao do britânico Helton Jonh, que teve que interromper o concerto por conta da voz, Morena de Cá confessa que já foi forçada a dar uma pausa na música por causa da voz.

Mantorras lembra a vida no Benfica: “Operaram-me o que eu não tinha”

há 6 meses
Numa altura em que se assinala 20 anos da sua chegada ao Benfica, o ex-atleta angolano lembrou, com tristeza, que foi submetido a intervenção cirúrgica errada.

Billboard elege melhores músicas e álbuns do K-Pop em 2020

há 10 meses
Na selecção de discos, a equipa do periódico escolheu 10 destaques para o ranking, que, surpreendentemente, não traz nem o BTS, nem o BLACKPINK, os dois maiores fenómenos do género actualmente.

Ex-craque do futebol mundial Drogba rendido ao talento de Cleyton M

há 4 semanas
Cleyton M volta a ser notícia na revista angolana de música, porque este sábado, arrancou elogios do ex- internacional do futebol costa marfinense, Didier Drogba, pelo seu último lançamento “Girl Friend’.

Chris Rock tentou convencer Cardi B a desistir da música para apostar na comédia

há 1 ano
Numa conversa com Jimmy Fallon, na última semana, num canal televisivo, o actor de 57 anos revelou que quis fazer uma série de humor com Cardi B, quando a rapper ainda não era conhecida.

Bruno Fernando é transferido para os Boston Celtic

há 3 meses
O poste angolano Bruno Fernando, que jogou pelos Atlanta Hawks nas duas últimas épocas, vai representar na próxima temporada na NBA os Boston Celtic, depois de uma troca envolvendo Tristan Thompson, Kris Dunn e Delon Wright.

Jeff Brown lidera projecto solidário para artistas em todo mundo

há 12 meses
O músico angolano Jeff Brown é um dos “rostos” do projecto “Souljah Warriors”, que visa ajudar os músicos que perderam os meios de renda durante situações catastróficas, como a Pandemia do Coronavirus entre outras.

Valete diz que Angola é o centro do rap lusófono

há 1 ano
“Angola é o verdadeiro centro do rap lusófono”. Esta afirmação é de uma das principais referências do rap falado em língua portuguesa e não só, Keidje Torres Lima, artisticamente conhecido como Valete.

Sabia que a Direcção Nacional dos Direitos de Autor e Conexos foi sucedida pelo SENADIAC há um ano?

há 1 ano
Num dia como hoje, há exactos 12 meses, foi publicado o Decreto Presidencial n.º 184/19, que cria o Serviço Nacional dos Direitos de Autor e Conexos, abreviadamente designado por «SENADIAC», aprovado pelo Conselho de Ministros na sessão realizada a 30 de Abril de 2019.

Após estreia de documentário sobre a cantora, caso “Britney Spears” volta ao tribunal

há 8 meses