Yuri da Cunha: “Eu podia ter nacionalidade portuguesa, mas nunca tive. Vou tentar ao máximo viver aqui”

A figura que muitos vêem hoje a atrair atenções do público  e animar grandes palcos espelha bem as suas referências musicais desde a infância. Yuri da Cunha considera estar a viver tudo quanto almejou quando mais novo, mas não se atreve a afirmar que tem a reforma garantida, por vários factores. 

Há muito o músico vem assumindo a responsabilidade de principal “ponte da passagem de testemunho geracional” do Semba, e isto justifica a preocupação com a sua e a reforma dos outros artistas.

Tal como lhe chegam hoje mares de elogios, o “intérprete” acredita que músicos como Marito, Massano, Teta Lando também terão recebido muitos elogios, e hoje pouco ou nada se fala sobre eles.

Por esta e outras razões, admite que esteja a viver todos os sonhos que teve quando mais novo, mas não considera ter a reforma garantida. 

“Falando propriamente do kota Marito, não sei se ele teve problemas com alguém, se discutiu com quem não devia… Porque não é normal um ícone dessa dimensão e até hoje ainda a passar pelo que passa”, lamenta em uma recente entrevista ao Jornal de Angola edição imprensa.

O músico resumiu suas influências musicais, carreira, direitos autorais, reforma e união na classe, numa recente entrevista ao Jornal de Angola, edição imprensa. 

Sobre a garantia da sua reforma, uma vez que é visível o seu sucesso, o artista admitiu que, apesar de ganhar mais, tal como os demais angolanos, também lida com questões de água e luz, mas ama a sua terra e, embora tenha várias possibilidades de adquirir a nacionalidade portuguesa, nunca pensou nisso.

“(…) É normal que eu tenha ganho mais, mas eu também gasto muito mais” (…) Há vezes em que, de repente, tens de assumir o problema da luz que foi e tens de comprar um gerador. Já mexes num dinheiro que servia para a música. De repente, tens de comprar todos os dias repelentes para afugentar moscas e mosquitos. Depois, como é o meu caso, a água na minha casa não corre e tenho de comprar de cisternas. Eu vivo aqui e vou tentar ao máximo viver aqui. Eu podia ter nacionalidade portuguesa, não adquirida, através de parentes, mas também pelo facto de ter passado um bom tempo em Portugal. Mas nunca tive. Hoje, com essas dificuldades do presente, é normal pensar em ter. Para mim, enquanto artista, ajuda na facilidade de viagem e fazer coisas, e bem ou mal, a sociedade portuguesa defende os portugueses.”.  

as cargas mais recentes

R. Kelly corre o risco de ser condenado a prisão perpétua

há 9 meses
Já se passou mais de um ano desde que R. Kelly foi levado sob custódia numa das prisões de Chicago. Depois de vários atrasos ao longo do ano, a estrela do R&B deve enfrentar a 13 de Outubro o júri no Tribunal Distrital de Chicago.

Wycleff Jean selecciona angolano Jeff Brown para o “Challenge”

há 1 ano
A selecção do rapper angolano foi confirmada pelo próprio Wycleff, na sua página do instagram, notificando o participante e deixando a seguinte questão: Acham que ele (Kota Kulanda) merece os 1000 dólares?

DMX revela que é tripolar

há 9 meses
A revelação foi feita durante o “Ruff Ryders Chronicles”, transmitido pelo canal BET. Durante a entrevista de Earl Simmons, nome de registo de DMX, que tomou um rumo mais emocional, por ser confrontado com o assunto das suas múltiplas personalidades.

Justin Bieber exige 10 milhões de dólares por cada acusação de abuso sexual

há 12 meses
Justin Bieber processou as mulheres que, nas redes sociais, o acusaram de violência sexual. Para indemnização por cada uma das acusações de que foi alvo, o cantor quer 10 milhões de dólares.

Young Buck explica os verdadeiros motivos e a génese da destruição da G-Unit

há 6 meses
Young Buck, ex-membro da G-Unit, decidiu abrir as copas e revelou que os verdadeiros motivos da destruição do grupo foram a demissão de Sha Money XL, o agente do grupo na época.

Inglaterra realiza primeiro show com distanciamento social

há 10 meses
Os organizadores de um show na Inglaterra encontraram uma outra solução para realizar eventos mantendo as regras de distanciamento social, e a experiência nesta terça-feira, dia 11, foi vista como um sucesso.

16 anos de “Artes ao Vivo”

há 1 ano
A efeméride é marcada com uma exposição online que imprime a historiográfica do projecto, bem como um debate entre Lukenny Bamba e Kool Klever, cujo tema será a “Existência, persistência e a criação do Artes ao Vivo”, amanhã, a partir das 14 horas no Eclético FM.

Estreia do novo filme de Hochi Fu volta a ser adiada

há 8 meses
O filme 2 Mundos do empresário e realizador Hochi Fu, aguardado com bastante expectativa amanhã nos cinemas, foi novamente adiado para data a anunciar.

Curso de belas artes da Universidade de Howard passa a ser `Chadwick A. Boseman College of Fine Arts´

há 4 semanas
A petição havia sido criada pelos estudantes da universidade desde a morte de Chadwick, sendo a mudança foi oficializada a partir de ontem.

Partiu o “físico” e ficou a obra

há 1 ano
Calou-se uma voz inconfundível de Kueno Aionda, calou-se o futuro, num país onde cada vez mais aumenta a quantidade e diminui a qualidade.

Bonga: “Sinto-me um kota realizado”

há 12 meses
O dia 28 de Junho de 2020 será lembrado como um dos dias mais importante da cultura nacional, tudo por causa de Bonga, Paulo Flores e Yuri da Cunha. A Carga traz as reacções do espectáculo.

Mais de 5 mil pessoas assistem diariamente o filme de produção nacional ‘Ar Condicionado’

há 1 ano
O filme começou a conquistar audiência muito cedo. Logo no primeiro dia de estreia foi seleccionado para concorrer às categorias “Audience Award” e “Fipresci Award” no Festival Internacional de Cinema de Roterdão, Holanda. A longa-metragem angolana soma e segue no festival We Are One: A Global Film, no YouTube, com um registo de 26 mil e 225 visualizações em menos de cinco dias.

Catchupa Factory cria portal “Family Matters” para divulgação de fotografia Africana contemporânea

há 10 meses
“Family Matters” tem como objectivo arrecadação de fundos através da venda de impressão de fotos, destinando os fundos de imediato aos artistas e fotógrafos envolvidos.

Damásio Brothers assinam com Grupo Chiado, uma das mais respeitadas produtoras da Lusofonia

há 4 meses

Diddy e Dr. Dre acertam detalhes para batalha de hits

há 1 ano

Adolescente que filmou a morte de Floyd é homegeada com Pulitzer, a mais alta distinção do Jornalismo

há 1 semana
De nome Darnella Frazier, a jovem tinha apenas 17 quando sacou o telefone para gravar o fatídico episódio, que culminou com a morte por sufocamento, e posterior condenação do seu autor, Derek Chauvin.