Artista plástico promove imagem de músicos através de tambores

One Million é um artista plástico que, desde os 15 anos, vem promovendo imagem de músicos, especialmente os rappers, usando tambores. Natural do Cazenga, o artista de 27 anos apresenta-se à Carga e explica como funciona a técnica e porquê decidiu fazer isso.

Porquê decidiu trazer os músicos para as artes plásticas?

Porque amo pintar figuras públicas, ainda mais músicos populares como é o NGA, o King.

Tem alguma preferência por estilos musicais a pintar?

Sim, o Rap, por ser um estilo associado ao  movimento  Hip Hop, e porque também é um estilo livre, quando se fala de Hip Hop, estamos a falar de arte!.

Que mensagens quer fazer passar ao tentar trazer os músicos para as artes plásticas?

Ao pintar os cantores, quero mostrar ao mundo que as flores devem ser dadas enquanto as pessoas estão em vida.

E como nasce a paixão? 

Aos meus 15 anos, quando pela primeira vez, vi o meu primo desenhar. Isso me inspirou. Agora tenho 27 e continuo a pintar.

Os músicos procuram expressar o que lhes vem à alma através dos versos, rimas e melodias. Que técnica usa para exprimir esse sentimento?

Uso várias técnicas e procuro manifestar, de uma  forma real, esses sentimentos através das cores e movimentos. Tudo depende do momento.

Que artistas já pintou até agora? 

Profissionalmente, já retratei o Nagrelha, Nga, Prodígio, 2Pac.

O que está a pintar agora ?

Neste momento, estou a pintar uns tambores e estou também a fazer o logo da empresa.

Como faz para pintar os artistas? Os contacta antes de os pintar ?

Não. Não faço. Eu adoro surpresa!. Eu já queria pintar o NGA e outros manos da Força Suprema  faz tempo. Eu dormia e acordava com a imagem deles.

Como funciona isso de usar tambores?

Para os artistas apenas uso o tambor, esses tambores depois vão parar em bares e restaurantes e consigo-os por intermédio de um amigo. Quanto ao tempo de duração da obra, depende da minha disposição, pode fazer apenas horas. É mais uma forma de promover os meus trabalhos e os artistas.

Qual é o seu maior sonho ?

É ser reconhecido internacionalmente como artista.

Que artista mais lhe deu prazer de pintar ?

Nga, por causa do ser dele, da forma como ele é.

as cargas mais recentes

Conheça Cleyton M, o autor do hit “Emagrece”

há 6 meses
Cleyton M é o pseudónimo de Rafael Elias Manuel. O cantor e dançarino de Afro House é o autor do hit ‘Emagrece’. Sua maneira de dançar tem conquistado fãs por todo lado. O jovem de 18 anos começou do “nada” e hoje faz planos para atingir Chris Brown. Nesta primeira entrevista da carreira, fala sobre o envolvimento com a música.

Kendrah: “Quero ser lembrada como uma das mulheres mais importantes da história do Rap”

há 6 meses
Natural das Ingombotas, Kendrah começou a cantar na igreja. Mais tarde, decide honrar o legado de Marita Vénus e Dona Kelly. Aos 15 anos, tornou-se na artista mais nova a ser nomeada para o Top Rádio Luanda. Depois disso, participou de projectos, partilhou os melhores palcos de Angola. Hoje com 21 anos, prepara algo que pode mudar a história do Rap nacional.

Tik Tok: O grupo sensação do momento

há 2 semanas
Formado por um menino de 8 anos, um adolescente de 17 e dois jovens de 18, esta turma revela-se como a nova promessa do Afro House nacional.

Di FlowZ: “Acredito que carreiras em fase embrionária têm sempre obstáculos”

há 7 meses
Chama-se Donald Ilunga, mas é conhecido nas lides musicais por Di FlowZ, polivalente, além de músico também produz e tem no seu repertório parcerias de “peso”. Neste Primeiras Impressões com a Carga, Di flowZ fez saber que está com um novo projecto na forja, que vai contemplar uma variedade de estilos, e cuja faixa promocional «Minha pequena», já está disponível.

Mr. Omni promete ser o under diferencial em Angola

há 6 meses
Mr. Omni, heterónimo de Casimiro Garcia, é um rapper que canta há 9 anos. O músico nasceu no Sambizanga e cresceu entre Catambor, Rangel, Vila Alice e Kicolo e conta que viu-se forçado a ser artista para repudiar a situação da pobreza, criminalidade, alcoolismo e drogas que se vivia nos bairros que passou. Com dois EP lançados, o rapper fala durante a primeira entrevista da carreira sobre os próximos desafios.

Jandir Three, o cantor angolano de Tarraxinha que soma fãs em Moçambique

há 3 meses
Jandir Three é um músico angolano que está a somar fãs em Moçambique, através do Gloom Channel. O jovem de Benguela canta Trap Tarraxinha há 10 anos e tem várias músicas e vídeo clipes disponíveis. Recentemente, assinou com uma nova produtora e está neste momento a preparar projectos e deixa suas impressões à Carga.

Bobby Jay: “Se o 2pac e o B.I.G estivessem vivos, também cantariam num Afrobeat”

há 6 meses
Professor de profissão, Bobby Jay está no Rap há 22 anos, por influência dos SSP, Black Company, Boss AC e Gabriel o Pensador, mas nunca chegou a consolidar a carreira. Atualmente com 30 músicas gravadas e vídeos clipes promocionais, o músico deixa as primeiras impressões e diz-se preparado para testar sua popularidade com um álbum este ano.

Acaba de nascer mais uma voz da música angolana em Portugal

há 4 meses
Krysna é o nome artístico de Crisna Luquene de Oliveira Alfredo, uma jovem de 21 anos de idade, que nasceu no Bairro Popular e vive actualmente no Porto. Descobriu a veia musical em Luanda, mas é em Portugal que está a ganhar suporte. A cantora luta para assumir o espaço lusófono com sua kizomba e apresenta à Carga as primeiras impressões da sua musicalidade.

Nasce uma nova estrela da música

há 7 meses
Chama-se Chelsea Dinorath, um nome que ainda não é sonante, mas a voz e as composições podem transformá-la numa das maiores referências do R&B em Angola.

Variiano: “Queremos ser os ícones do Rap Luso”

há 4 meses
Vat, Graffiter e Cossom formam os Variiano, um grupo de Rap que há três anos vem ocupando o seu espaço no mercado. O trio carrega um foco temático e filofofia de trabalho diferentes dos habituais grupos de Rap. Em menos de três anos produziu três EP, pisou vários palcos e prepara-se para dar o primeiro grande passo da carreira.

Após conquistar fãs em Benguela, Sarita quer se impôr em Luanda

há 5 meses
Sarita é o nome artístico de Sara Joaquim, uma jovem proveniente do Lobito. A artista de 22 anos canta Zouk, R&B e Kizomba. No ano passado, decidiu vir a Luanda em busca do sonho e tudo parece estar a correr. Nesta entrevista apresenta as primeiras músicas, vídeo clípe e fala dos seus projectos.

Filho de Paulo Flores prepara o primeiro trabalho da carreira

há 7 meses
Kiari Flores acaba de confirmar que filho de peixe é peixe. O jovem abandonou o Sporting Lisboa e Benfica, onde já evoluía como profissional, para seguir as pisadas do pai.

Quarteto de amigos de infância prepara-se para comandar a música

há 6 meses

Jackes Di: A continuidade do legado “dos” Paim

há 3 meses
Descendente de uma família artísticamente rica, Emanuel de Carvalho Fernandes da Silva ou simplesmente Jackes Di, dá continuidade ao legado apresentando-se como um artista multifacetado, sendo exímio tocador de guitarra e também canta.

Gabb Lex apresenta as primeiras impressões ao mundo

há 4 meses
Gabb Lex é um artista versátil, mas é com a Kizomba e R&B que mais se tem destacado. Há 9 anos a cantar como profissional, carrega uma carreira marcada por vários singles e vídeoclipes. O jovem de 25 anos vem do Cazenga e apresenta à Carga as primeiras impressões da obra de estreia.

Yunami: O rapper que representa Angola nos palcos da Hungria

há 2 meses