Artista plástico promove imagem de músicos através de tambores

One Million é um artista plástico que, desde os 15 anos, vem promovendo imagem de músicos, especialmente os rappers, usando tambores. Natural do Cazenga, o artista de 27 anos apresenta-se à Carga e explica como funciona a técnica e porquê decidiu fazer isso.

Porquê decidiu trazer os músicos para as artes plásticas?

Porque amo pintar figuras públicas, ainda mais músicos populares como é o NGA, o King.

Tem alguma preferência por estilos musicais a pintar?

Sim, o Rap, por ser um estilo associado ao  movimento  Hip Hop, e porque também é um estilo livre, quando se fala de Hip Hop, estamos a falar de arte!.

Que mensagens quer fazer passar ao tentar trazer os músicos para as artes plásticas?

Ao pintar os cantores, quero mostrar ao mundo que as flores devem ser dadas enquanto as pessoas estão em vida.

E como nasce a paixão? 

Aos meus 15 anos, quando pela primeira vez, vi o meu primo desenhar. Isso me inspirou. Agora tenho 27 e continuo a pintar.

Os músicos procuram expressar o que lhes vem à alma através dos versos, rimas e melodias. Que técnica usa para exprimir esse sentimento?

Uso várias técnicas e procuro manifestar, de uma  forma real, esses sentimentos através das cores e movimentos. Tudo depende do momento.

Que artistas já pintou até agora? 

Profissionalmente, já retratei o Nagrelha, Nga, Prodígio, 2Pac.

O que está a pintar agora ?

Neste momento, estou a pintar uns tambores e estou também a fazer o logo da empresa.

Como faz para pintar os artistas? Os contacta antes de os pintar ?

Não. Não faço. Eu adoro surpresa!. Eu já queria pintar o NGA e outros manos da Força Suprema  faz tempo. Eu dormia e acordava com a imagem deles.

Como funciona isso de usar tambores?

Para os artistas apenas uso o tambor, esses tambores depois vão parar em bares e restaurantes e consigo-os por intermédio de um amigo. Quanto ao tempo de duração da obra, depende da minha disposição, pode fazer apenas horas. É mais uma forma de promover os meus trabalhos e os artistas.

Qual é o seu maior sonho ?

É ser reconhecido internacionalmente como artista.

Que artista mais lhe deu prazer de pintar ?

Nga, por causa do ser dele, da forma como ele é.

as cargas mais recentes

Mr. Omni promete ser o under diferencial em Angola

há 9 meses
Mr. Omni, heterónimo de Casimiro Garcia, é um rapper que canta há 9 anos. O músico nasceu no Sambizanga e cresceu entre Catambor, Rangel, Vila Alice e Kicolo e conta que viu-se forçado a ser artista para repudiar a situação da pobreza, criminalidade, alcoolismo e drogas que se vivia nos bairros que passou. Com dois EP lançados, o rapper fala durante a primeira entrevista da carreira sobre os próximos desafios.

Yunami: O rapper que representa Angola nos palcos da Hungria

há 5 meses

Luz do Spoken: “uso conscientemente a arte da poesia falada para causar reflexões e quiçá mudanças”

há 8 meses
A multifacetada actriz, poeta declamadora (spoker) que se “aventura” como Directora, Produtora de arte e na escrita criativa, vai apresentar amanhã as 17:30 o recital “Multimorfoses”, onde vai apresentar o seu percurso como pessoa e artista. Numa breve conversa com a artivista, ficámos a saber de onde vem e para onde vai a Luz do Spoken, em meio ao “caos” social.

Malunne: A pequena grande dançarina

há 6 meses
Malunne, filha do músico Maya Cool, a semelhança do pai “deu as mãos” à cultura. Muito cedo começou a cantar, mas, ao contrário do progenitor, não é nesta área em que se destaca, mas sim na dança. Com 16 anos de idade, Malunne já é uma professora de dança consagrada, sendo responsável pela coreografia de cantores conceituados.

Jamayka Poston regressa ao game e é o primeiro PhD angolano a cantar Rap

há 8 meses
Jamayka Poston carrega o ritmo, a arte e a poesia no sangue, com mais de 25 anos de carreira, foi o primeiro a dropar em Kimdundu. Depois de algum tempo ausente, regressa ao game com músicas e EP novos e tem espectáculo agendado. O veterano não é muito de entrevistas, mas aceitou o desafio da Carga para falar sobre o seu invejável percurso artístico.

Hannah Gomez quer conquistar o “Top dos Mais Queridos”

há 8 meses
A antiga estrela do “Unitel Estrelas ao Palco” soma e segue. Assinou com a Quebra Galho e gravou o seu primeiro álbum. A jovem de 22 anos quer pisar os maiores palcos do mundo e revela a ambição de conquistar o Top dos Mais Queridos ou o Angola Music Awards.

Mário Gomes: O presente e o futuro entre os guitarristas

há 5 meses
Dom Caetano, Filipe Mukenga consideram-no o melhor guitarrista da actualidade. Saiba mais sobre este pequeno/grande músico na entrevista concedida à Revista Carga.

Após destaque no Moda Luanda, Scró Q Cuia e Nerú Americano anunciam álbum de estreia

há 7 meses
Há dois anos era impossível pensar numa relação entre ambos. Scró Q Cuia e Nerú Americano vêm provando que são verdadeiros profissionais ao criarem os “Pintins”. A dupla anuncia o álbum de estreia, fala do tempo que vai durar a parceria, enumera as conquistas e desvenda os segredos da tamanha cumplicidade, deixando palavras de apreço para os angolanos.

Um DJ pequeno com um percurso profissional invejável

há 4 meses
Com apenas 13 anos de idade, Dj Dinho já leva uma carreira profissional invejável. Já foi contratado para tocar nos mesmos festivais que Paulo Alves, Havaiana, Vado Poster, Rickstar e Pzee Boy, e tem a fama de ser o primeiro com a sua idade a actuar no Unitel Festa da Música.

Acaba de nascer mais uma voz da música angolana em Portugal

há 7 meses
Krysna é o nome artístico de Crisna Luquene de Oliveira Alfredo, uma jovem de 21 anos de idade, que nasceu no Bairro Popular e vive actualmente no Porto. Descobriu a veia musical em Luanda, mas é em Portugal que está a ganhar suporte. A cantora luta para assumir o espaço lusófono com sua kizomba e apresenta à Carga as primeiras impressões da sua musicalidade.

Nasce uma nova estrela da música

há 10 meses
Chama-se Chelsea Dinorath, um nome que ainda não é sonante, mas a voz e as composições podem transformá-la numa das maiores referências do R&B em Angola.

Do Kuduro ao Rap: Alé G Fiigura mostra o quanto vale

há 1 mês
O artista não só canta, também dança, compõe, produz e é o CEO da Right Time Records, uma produtora independente que vai atraindo outros nomes.

Nélia Dias: Do Top Rádio Luanda rumo ao topo da música angolana

há 5 meses
Nélia Dias é um nome a se ter em conta no music hall nacional, por ser das poucas que conseguiu colocar o seu nome no Top Rádio Luanda com a música de estreia. A sua carreia ficou marcada por duetos com Young Double, Mona Nicastro, mas agora tem em carteira um novo projecto musical com o qual se quer lançar ao mundo.

Artista português encontra alternativa em pássaros para contornar onda de cancelamentos de shows

há 9 meses
Gohu, pseudónimo de Hugo Veiga, é um português que vive no Brasil há 15 anos. Desde cedo, esteve ligado à música, mas a profissão como publicitário não lhe permitia explorar esse talento. O artista tem agendado para 2021 o lançamento do álbum de estreia e, para contornar a situação dos cancelamentos de shows , foi obrigado a ser muito mais criativo.

Nue Wave, a dupla que vai dar nova onda ao público

há 7 meses
Nue Wave é uma dupla nova formada por D.B e Mascy, ambos natural da Ingombotas, Luanda. Os dois amigos trazem uma proposta musical que resulta da mistura entre Hip Hop, R&B e Soul. Depois de longos anos de carreira a solo, D.B e Mascy querem atingir o nível mais alto da música angolana, através destes projectos.

Demarte Pena: “Ser da família Savimbi, não significa que tinha de seguir a política”

há 4 meses
O atleta é dos melhores lutadores de MMA em África e mantém a invencibilidade no EFC com 13 títulos. The Wolf (O Lobo), como é conhecido nos ringues, fala à Carga sobre os seus projectos, sonhos e motivações.