Conheça Cleyton M, o autor do hit “Emagrece”

Cleyton M é o pseudónimo de Rafael Elias Manuel. O cantor e dançarino de Afro House é o autor do hit ‘Emagrece’. Sua maneira de dançar tem conquistado fãs por todo lado. O jovem de 18 anos começou do “nada” e hoje faz planos para atingir Chris Brown. Nesta primeira entrevista da carreira, fala sobre o envolvimento com a música.

Quando e como nasce o desejo de cantar?

Carrego a veia artística desde mais cedo, antes era apenas um dançarino, depois decidi começar a cantar também. É um gosto e fogo que está dentro de mim já desde tenra idade.

E que ano começa a descobrir este gosto? A propósito, dançava para que artista?

Isto foi há três anos. Na verdade, nunca dancei para nenhum artista. Apenas actuava em alguns festivais como dançarino independente. Mais tarde, decidi levar o meu trabalho para um ramo mais profissional e gravei o meu primeiro vídeo clipe da música “Tia Bolinha” isso é em 2018.

Teve alguma influência familiar? Por que razão optou pelo Afro House?

Na minha família sou o único que canta. Escolhi o Afro por gostar tanto de dançar. Achei que podia juntar o útil ao agradavel, isto é o Afro à dança.

É neste estilo que quer fazer carreira?

Não pretendo só ficar no Afro House, até porque se queremos nos tornar grandes, temos que nos portar como grandes.

Foi para isso que se associou à Power House?

Antes da Power House, eu já era um jovem sonhador, focado, amigo e estudante.

Como é que lhe chegou o convite para trabalhar com Hochi Fu?

O Hochi Fú viu alguns trabalhos meus na Net e decidiu ligar para mim e lá foi feito o convite, isto em 2019.

Conheça Cleyton M, o autor do hit “Emagrece”

Disse que está intensamente na música há três anos, quantas músicas já tem gravadas neste momento?

Neste momento, estou com 4 músicas gravadas e, no que tange às minhas abordagens, procuro sempre diversificar e me diferenciar daquilo que é o comum. Trago temas actuais, vivências, principalmente da juventude e com um pouco de intervenção social também.

O single ‘Emagrece’, que leva participação de Kuya Kuya, já é um sucesso. Que outros sucessos tem estado a preparar?

O vídeo clipe do ‘Emagrece’ ainda não fez uma semana. Vou deixar os meus seguidores consumirem da melhor forma possível. Entretanto, a Power House trabalha à sistema americano, já estamos na cozinha a produzir novos trabalhos.

O que que estão a “cozinhar” e quando poderemos “comer” ?

Esta parte já não me compete, só posso dizer que o processo de internacionalização está em bom andamento.

Não tem nenhum histórico familiar. Afinal, a quem te inspiras?

Sempre fui muito fã do Michael Jackson e Chris Brown, eles são as minhas fontes de inspiração.

Onde é que deseja chegar com a música?

Assim como o Michael Jackson fez, pretendo ter uma abrangência maior.

Como se está a preparar para lá chegar?

Seguindo todas as instruções do Hochi Fu, sabendo que ele já está inserido nisso há anos, então ele tem todas as fórmulas para lá Chegar.

Depois de Kyaku Kyadaff, que outros artistas gostavas de ter parceria?

Gostaria muito de fazer participação com Chris Brown. Sei que nada é impossível! É para isso que estamos a trabalhar.

O que faz para além de cantar?

Sou estudante universitário.

as cargas mais recentes

Tik Tok: O grupo sensação do momento

há 3 meses
Formado por um menino de 8 anos, um adolescente de 17 e dois jovens de 18, esta turma revela-se como a nova promessa do Afro House nacional.

Fresh Low, um rapper polivalente que caminha para o estrelato

há 9 meses
Fresh Low é um rapper polivalente e canta há 11 anos. Sua música ‘Makeup’, que conta com a participação de Yankie Boy da Trx Music é a preferência para a maioria dos usuários do YouTube, Soundcloud e Blogues.

Enock: “A minha música Banzelo revolucionou o Rap angolano”

há 5 meses
O surgimento de Enock em 2013 reanimou o Rap nacional ao introduzir abordagens pontuais. O seu tema “Banzelo”, com Ready Neutro e Fabiansky”, colocou-o entre os melhores, contudo, é com o primeiro álbum que quer inscrever o seu nome na montra do Hip Hop angolano, mas não quer fazer isso sem antes medir a popularidade.

Alice Julie mostra os frutos da parceria com a Milionário Records

há 2 meses
Desde pequena sonhou em se tornar numa estrela da música, um desejo que será agora materializado pela Milionário Records. A mais recente aposta da produtora já começou a trabalhar para os seus dois primeiros álbuns e esta sexta-feira (27) vai testar o público com o single “Encaixe Perfeito”.

Jandir Three, o cantor angolano de Tarraxinha que soma fãs em Moçambique

há 6 meses
Jandir Three é um músico angolano que está a somar fãs em Moçambique, através do Gloom Channel. O jovem de Benguela canta Trap Tarraxinha há 10 anos e tem várias músicas e vídeo clipes disponíveis. Recentemente, assinou com uma nova produtora e está neste momento a preparar projectos e deixa suas impressões à Carga.

Osvaldo Aprumado: “As produtoras de renome em Angola vendem falsas esperanças aos novos talentos”

há 5 meses
Natural do Rangel, em Luanda, canta há 9 anos e, apesar de não conseguir uma “daquelas” oportunidades, lançou um EP e em breve vai colocar no mercado mais um novo projecto musical acompanhado de vídeoclipe. O jovem de 25 anos conta à Carga como está a desenvolver a sua carreira musical.

Do Cazenga para o Mundo: Lomerh deixa as primeiras impressões

há 8 meses
Lomerh vem do Hoji Ya Henda, em Luanda. Para além de cantor e produtor, compõe para outros artistas e projecta-se como umas das referências do Ghetto Zouk, R&B e Trap Soul. O músico canta desde 2009 e já possui dois EP e vários vídeo clipes e lança a sua carreira nesta entrevista.

Um DJ pequeno com um percurso profissional invejável

há 4 meses
Com apenas 13 anos de idade, Dj Dinho já leva uma carreira profissional invejável. Já foi contratado para tocar nos mesmos festivais que Paulo Alves, Havaiana, Vado Poster, Rickstar e Pzee Boy, e tem a fama de ser o primeiro com a sua idade a actuar no Unitel Festa da Música.

Do Kuduro ao Rap: Alé G Fiigura mostra o quanto vale

há 1 mês
O artista não só canta, também dança, compõe, produz e é o CEO da Right Time Records, uma produtora independente que vai atraindo outros nomes.

Bobby Jay: “Se o 2pac e o B.I.G estivessem vivos, também cantariam num Afrobeat”

há 9 meses
Professor de profissão, Bobby Jay está no Rap há 22 anos, por influência dos SSP, Black Company, Boss AC e Gabriel o Pensador, mas nunca chegou a consolidar a carreira. Atualmente com 30 músicas gravadas e vídeos clipes promocionais, o músico deixa as primeiras impressões e diz-se preparado para testar sua popularidade com um álbum este ano.

Após conquistar fãs em Benguela, Sarita quer se impôr em Luanda

há 8 meses
Sarita é o nome artístico de Sara Joaquim, uma jovem proveniente do Lobito. A artista de 22 anos canta Zouk, R&B e Kizomba. No ano passado, decidiu vir a Luanda em busca do sonho e tudo parece estar a correr. Nesta entrevista apresenta as primeiras músicas, vídeo clípe e fala dos seus projectos.

Demarte Pena: “Ser da família Savimbi, não significa que tinha de seguir a política”

há 4 meses
O atleta é dos melhores lutadores de MMA em África e mantém a invencibilidade no EFC com 13 títulos. The Wolf (O Lobo), como é conhecido nos ringues, fala à Carga sobre os seus projectos, sonhos e motivações.

Banda Prontidão: A Banda do Futuro

há 4 meses
Surgiram quase do nada e actualmente já não passam despercebidos. Destacaram-se todos individualmente e decidiram formar uma banda, inspirando-se em conjuntos como Kiezos, Jovens do Prenda, Banda Maravilha e Banda Movimento.

Nue Wave, a dupla que vai dar nova onda ao público

há 7 meses
Nue Wave é uma dupla nova formada por D.B e Mascy, ambos natural da Ingombotas, Luanda. Os dois amigos trazem uma proposta musical que resulta da mistura entre Hip Hop, R&B e Soul. Depois de longos anos de carreira a solo, D.B e Mascy querem atingir o nível mais alto da música angolana, através destes projectos.

Variiano: “Queremos ser os ícones do Rap Luso”

há 6 meses
Vat, Graffiter e Cossom formam os Variiano, um grupo de Rap que há três anos vem ocupando o seu espaço no mercado. O trio carrega um foco temático e filofofia de trabalho diferentes dos habituais grupos de Rap. Em menos de três anos produziu três EP, pisou vários palcos e prepara-se para dar o primeiro grande passo da carreira.

Rigoberto Torres reoxigena clássicos do Hip Hop no seu primeiro EP

há 5 meses
Rigoberto Torres é um nome que pode mudar a história do Rap comercial em Angola. Apesar de começar a escrever sua história no ano passado, o cantor de 20 anos se prepara para apresentar esta sexta-feira, o primeiro EP.