Fresh Low, um rapper polivalente que caminha para o estrelato

Fresh Low é um rapper polivalente e canta há 11 anos. Sua música ‘Makeup’, que conta com a participação de Yankie Boy da Trx Music é a preferência para a maioria dos usuários do YouTube, Soundcloud e Blogues. Com uma carreira promissora, o músico deixa aqui as primeiras impressões.

Por que razão optou pelo Trap? É nesse estilo que deseja construir a sua carreira?

Canto Trap por gosto, mas faço vários estilos relacionados ao Hip Hop. Posso dizer que sou um músico pela versatilidade.

Possui um single com um dos integrantes da TRX Music, como foi que conseguiu a parceria?

Fomos apresentados, fomos conversando durante esse tempo, sempre me tratou super bem, é uma pessoa com bom carácter e decidi lhe fazer um convite para um projecto e ele aceitou. Criei o projecto, apresentei e ele gostou e fez a sua parte e a música está ter uma boa repercussão graças a Deus.

Actualmente quem já faz sucesso, prefere construir sua carreira a estar associado às produtoras. É o seu caso?

Ainda não assinei com nenhuma produtora, porque ainda não entraram em contacto comigo.

Qual é o seu maior sonho?

Concluir a minha formação académica com êxito, assinar pela Clé e internacionalizar a minha carreira musical.

A propósito, quantas músicas já tem gravadas?

Tenho mais de 35 músicas. Tenho duas mixtapes e algumas músicas soltas. Não tenho um número exacto de quantas músicas tenho.

Que projecto tem preparado e quando os vai lançar?

De momento estou a publicitar o meu single mais recente o ‘Makeup’, mas já tenho um projecto preparado com data a anunciar.

Esse projecto conta com alguma participação? De quem?

Conta sim. Prefiro fazer surpresa.

Em termos de shows, já participou de algum? Qual deles mais se lembra e porquê?

Já participe. O que mais me lembro foi no Tripalus Paradise, por ser o primeiro grande show que participei e por poder mostrar o meu talento a milhar de pessoas.

Em termos gerais, de que abordam suas letras?

Refiro-me de quase que acontece no meu quotidiano e o que acontece no mundo.

Por que prefere abordar esses temas?

Porque sou um artista versátil e que prefere cantar a verdade.

Onde quer chegar com a música?

No topo.

Quanto tempo mais falta para o vermos no topo?

Só Deus sabe a minha hora.

Como se tem preparado para enfrentar o mercado?

Sei que é muito competitivo porque temos muitos bons músicos no mercado, mas eu vou dar o meu melhor e estou preparado.

Ocorre-lhe uma experiência negativa que teve de enfrentar pelo amor à sua carreira? Como foi?

Sim. A objecção da minha família concernente aos estudos e o temor de eles acharem que não vou conseguir conciliar com os estudos, mas é lógico que a minha formação está em primeiro lugar Não posso desapontar os meus familiares!

O que faz nos tempos livres?

Pratico Muaythai.

as cargas mais recentes

Após conquistar fãs em Benguela, Sarita quer se impôr em Luanda

há 11 meses
Sarita é o nome artístico de Sara Joaquim, uma jovem proveniente do Lobito. A artista de 22 anos canta Zouk, R&B e Kizomba. No ano passado, decidiu vir a Luanda em busca do sonho e tudo parece estar a correr. Nesta entrevista apresenta as primeiras músicas, vídeo clípe e fala dos seus projectos.

Nélia Dias: Do Top Rádio Luanda rumo ao topo da música angolana

há 7 meses
Nélia Dias é um nome a se ter em conta no music hall nacional, por ser das poucas que conseguiu colocar o seu nome no Top Rádio Luanda com a música de estreia. A sua carreia ficou marcada por duetos com Young Double, Mona Nicastro, mas agora tem em carteira um novo projecto musical com o qual se quer lançar ao mundo.

Artista português encontra alternativa em pássaros para contornar onda de cancelamentos de shows

há 12 meses
Gohu, pseudónimo de Hugo Veiga, é um português que vive no Brasil há 15 anos. Desde cedo, esteve ligado à música, mas a profissão como publicitário não lhe permitia explorar esse talento. O artista tem agendado para 2021 o lançamento do álbum de estreia e, para contornar a situação dos cancelamentos de shows , foi obrigado a ser muito mais criativo.

Osvaldo Aprumado: “As produtoras de renome em Angola vendem falsas esperanças aos novos talentos”

há 8 meses
Natural do Rangel, em Luanda, canta há 9 anos e, apesar de não conseguir uma “daquelas” oportunidades, lançou um EP e em breve vai colocar no mercado mais um novo projecto musical acompanhado de vídeoclipe. O jovem de 25 anos conta à Carga como está a desenvolver a sua carreira musical.

Nankhova: “No meu ranking sou um músico a seguir, um exemplo bom para a música nacional”

há 3 meses
Nankhova é um artista que dispensa apresentações, nos croquis de moda impressiona com o seu Je ne sois quoi e nas pautas musicais pretende transmitir a sua alma que é gerida pelo seu “grande Deus”.

Um DJ pequeno com um percurso profissional invejável

há 7 meses
Com apenas 13 anos de idade, Dj Dinho já leva uma carreira profissional invejável. Já foi contratado para tocar nos mesmos festivais que Paulo Alves, Havaiana, Vado Poster, Rickstar e Pzee Boy, e tem a fama de ser o primeiro com a sua idade a actuar no Unitel Festa da Música.

Hannah Gomez quer conquistar o “Top dos Mais Queridos”

há 11 meses
A antiga estrela do “Unitel Estrelas ao Palco” soma e segue. Assinou com a Quebra Galho e gravou o seu primeiro álbum. A jovem de 22 anos quer pisar os maiores palcos do mundo e revela a ambição de conquistar o Top dos Mais Queridos ou o Angola Music Awards.

Yunami: O rapper que representa Angola nos palcos da Hungria

há 8 meses

Era engraxador e menino de rua, agora é a nova promessa da música angolana

há 6 meses
Salvador da Lata é assim que ficou conhecido e é com este nome que quer se tornar na maior referência da música angolana. O cantor está em estúdio a trabalhar o seu primeiro EP, que trará participações de Maya Cool, Jefferson Santana e Filho do Zua.

Mr. Omni promete ser o under diferencial em Angola

há 11 meses
Mr. Omni, heterónimo de Casimiro Garcia, é um rapper que canta há 9 anos. O músico nasceu no Sambizanga e cresceu entre Catambor, Rangel, Vila Alice e Kicolo e conta que viu-se forçado a ser artista para repudiar a situação da pobreza, criminalidade, alcoolismo e drogas que se vivia nos bairros que passou. Com dois EP lançados, o rapper fala durante a primeira entrevista da carreira sobre os próximos desafios.

D-Wayne: Um filho do Rap que deixa marcas no Kuduro e Afro House

há 1 mês

Do Kuduro ao Rap: Delver Mancha mostra a naturalidade do seu talento

há 1 mês
Actualmente canta Rap e, ao mesmo tempo, é produtor. Se recuarmos no tempo para ver onde o músico começou, será difícil acreditar que este é o mesmo Delver que, em 2008 , procurava por um “lugar ao sol no Kuduro”.

Enock: “A minha música Banzelo revolucionou o Rap angolano”

há 8 meses
O surgimento de Enock em 2013 reanimou o Rap nacional ao introduzir abordagens pontuais. O seu tema “Banzelo”, com Ready Neutro e Fabiansky”, colocou-o entre os melhores, contudo, é com o primeiro álbum que quer inscrever o seu nome na montra do Hip Hop angolano, mas não quer fazer isso sem antes medir a popularidade.

Nucho anuncia o álbum que lhe vai colocar no topo

há 10 meses
Nucho é um dos poucos rappers angolanos que conseguiu manter-se puro na última década. Em 2017, estreou-se com o álbum Sou[L] RAP e foi nomeado para o maior prémio da música feita em português. Depois disso, surgiram outras surpresas.

Filho de Paulo Flores prepara o primeiro trabalho da carreira

há 1 ano
Kiari Flores acaba de confirmar que filho de peixe é peixe. O jovem abandonou o Sporting Lisboa e Benfica, onde já evoluía como profissional, para seguir as pisadas do pai.

Conheça Txu Álex, a “voz do amor” que faz sucesso em Cabinda

há 5 meses
Tux Alex é um músico de R&B que está a construir uma carreira de sucesso em Cabinda. Começou em Luanda há 6 anos e hoje montou o seu próprio estúdio em casa. Seu percurso artístico vai desde produções musicais, arranjos até a participações em trabalhos de outros artistas.