MCK fala sobre sua nova música: reflecte a urgente necessidade de valorização do bem vida

A mais recente música do rapper intitula-se Vidas Humanas Importam. Encontra-se disponível desde terça-feira nas plataformas digiais e tem como mensagem principal “o elevar da dignidade da pessoa humana”.

Além da direcção vocal, musical e arranjos, Daniel Nascimento também contribuiu para a composição da letra, que traz participações de Telma Lee e Carla Moreno e pretende promover o respeito pelos direitos humanos, o proteger do bem vida e condenar, nesta fase pandémica, as mortes que têm estado a acontecer no país, sobretudo a situação em Cafunfo, a morte de Inocêncio de Matos e a do médico Sílvio Dala.

Em entrevista à DW, MCK realça que a referida música é um reflexo sobre a violência institucional e sobre a promoção da impunidade que se tem instalado no contexto angolano.

“É uma música que reflecte a urgente necessidade de valorização do bem jurídico mais importante, que é o bem vida. Angola é signatária de vários documentos internacionais, com maior destaque para a Carta Internacional dos Direitos Humanos. Temos estado a assistir desde o ano passado, desde o início da fase pandémica e com o agravar da situação económica e social, à desvalorização deste bem vida, com uma agressão institucional da parte do Estado e a promoção da impunidade por dirigentes ou pessoas ligadas ao Estado, como aconteceu agora com a situação de Cafunfo, que é uma situação reiterada há muitos anos”, disse.

Katrogi considera lamentável o silêncio do Presidente da República sobre a situação de Cafunfo, e criticou, por outro lado, o discurso do ministro do Interior e do Comandante-Geral da Polícia Pacional, após o incidente do passado dia 30, na Lunda Norte.

“Com esta situação em concreto, acho que o silêncio do presidente promove a impunidade. O nosso presidente é muito actuante nas redes sociais comparando ao anterior e julgo que numa situação dessas a voz de comando do Presidente da República como mais alto mandatário do país faria todo o sentido”, entende.

as cargas mais recentes

A importância do contrato no “mundo” da música

há 2 anos
A cada dia, tendo em conta os vários problemas contratuais no mundo do entretenimento, na música em particular, aumenta a necessidade de profissionalizar todo mundo que trabalha com música, desde produtores, músicos, agentes e etc..

Heavy C aposta no ramo gastronómico

há 2 anos
À Revista Carga, Heavy C revelou que a ideia de criar a cozinha terá nascido muito antes da carreira musical e ganhou corpo durante o período de confinamento social e está associado à sua marca.

Vui Vui dá lugar a OG Vuino e prepara álbum de estreia

há 2 anos

“Festival I Love Kuduro” regressa em peso este ano

há 11 meses

The Rock destaca lado positivo da quarentena

há 2 anos
O Coronavírus colocou o mundo todo em isolamento social, para evitar com que o vírus se alastre. E algumas estrelas de Hollywood estão a aproveitar o momento para se aproximar ainda mais dos fãs por meio das redes sociais.

Luanda recebe a primeira exposição virtual

há 2 anos
“Migrações e Coisas, Retalhos de uma História Só”, é o título da exposição a solo da autoria de René Tavares.

Rudy Gobert e Donovan Mitchell derrotam COVID-19

há 2 anos

Como sobrevivem os músicos durante o caos do Covid-19?

há 2 anos
Os músicos profissionais vivem de concertos, seja de grande ou pequena dimensão, seja em Angola ou em qualquer parte do mundo. Com a pandemia do Coronavírus não há shows, logo não há trabalho, como vão “viver” os músicos neste período?

Elias Dya Kimuezo fala sobre a função que sua música desempenhou no Início da Luta Armada

há 12 meses

Paulo Flores faz declarações comoventes sobre a perda de Nando Quental

há 10 meses

Kuduristas em Portugal desenvolvem projecto de dança para lar de idosos

há 10 meses

Kalibrados nunca mais gravam discos inéditos

há 2 anos

Autora de “Harry Potter” publica novo livro a título gratuito

há 2 anos
JK Rowling, autora de Harry Potter, disponibilizou para download gratuito um novo livro de aventuras. A edição física será feita em Novembro, os valores das vendas servirão para combater o Covid-19. A escritora pede aos leitores que enviem desenhos para adaptar à obra.

Onde se plagia mais: no Rap ou no Kizomba?

há 2 anos

Ooops!!! Britney Spears diz que incendiou a academia acidentalmente

há 2 anos

Slammers criam “quarteto fantástico” e apelam por mais união em tempo de crise

há 11 meses