Onde se plagia mais: no Rap ou no Kizomba?

26 de Abril é o Dia Mundial da Propriedade Intelectual. A data refere-se a propriedade intelectual que, por sua vez, tem como matéria os direitos de autor e conexos, tendo como modalidade a música, intérpretes, executantes, produtores, livros, realizadores, pinturas, esculturas, filmes, softwares, anúncios, mapas, desenhos técnicos etc..

Em Angola, o organismo que tutela a gestão dos direitos de autores e conexos, bem como a propriedade intelectual é o SENADIAC, através da SADIA, UNAC-SA, UNAP e associados.

Segundo uma nota que o Serviço Nacional dos Direitos de Autor e Conexo enviou à nossa redacção, no país houve uma evolução significativa no quadro jurídico-institucional nos três últimos anos. No ramo artístico-musical continuam as violações da propriedade intelectual alheia, por causa dos plágios e apropriação, por  outro, vários são os músicos que desconhecem o assunto.

Tal como em outros países, a protecção desses direitos em Angola obtém-se automaticamente. Mas, para salvaguardá-los, avança o documento, o Serviço Nacional dos Direitos de Autor e Conexos aconselha a certificação dos visados junto das entidades competentes.

Desde que instituída, em 2000, pela Organização Mundial da Propriedade Intelectual, a efeméride costuma ser assinalada com eventos em todo mundo. Este ano, não haverá celebrações físicas.

Sob o lema ‘Por um futuro verde‘, no país o SENADIAC procura chamar a atenção das pessoas para a necessidade de preservação do meio ambiente.

as cargas mais recentes

A importância do contrato no “mundo” da música

há 3 anos
A cada dia, tendo em conta os vários problemas contratuais no mundo do entretenimento, na música em particular, aumenta a necessidade de profissionalizar todo mundo que trabalha com música, desde produtores, músicos, agentes e etc..

Bonga: “Vivo só da música e isso é um exemplo que pretendo deixar para a juventude”

há 1 ano

“Festival I Love Kuduro” regressa em peso este ano

há 2 anos

Luanda recebe a primeira exposição virtual

há 3 anos
“Migrações e Coisas, Retalhos de uma História Só”, é o título da exposição a solo da autoria de René Tavares.

Os 6 ténis usados na conquista de cada título de Michael Jordan

há 3 anos

Como sobrevivem os músicos durante o caos do Covid-19?

há 3 anos
Os músicos profissionais vivem de concertos, seja de grande ou pequena dimensão, seja em Angola ou em qualquer parte do mundo. Com a pandemia do Coronavírus não há shows, logo não há trabalho, como vão “viver” os músicos neste período?

Elias Dya Kimuezo fala sobre a função que sua música desempenhou no Início da Luta Armada

há 2 anos

Slammers criam “quarteto fantástico” e apelam por mais união em tempo de crise

há 2 anos

Já sem muita força, Phil Collins dá o último concerto da carreira

há 8 meses
Sentado numa cadeira e visivelmente debilitado, o músico de 71 anos despediu-se na última sexta-feira, 26 de Março, das actuações musicais com um concerto no O2 Arena, em Londres.

Vencedora do Prémio Camões 2021 apresenta seu primeiro álbum discográfico em Angola

há 9 meses

The Rock destaca lado positivo da quarentena

há 3 anos
O Coronavírus colocou o mundo todo em isolamento social, para evitar com que o vírus se alastre. E algumas estrelas de Hollywood estão a aproveitar o momento para se aproximar ainda mais dos fãs por meio das redes sociais.

Gilmário Vemba fala do seu futuro no cinema

há 3 anos

Dois dias depois Sinéad O’Connor arrepende-se e anuncia regresso à música

há 1 ano
Dois dias depois de anunciar a sua retirada da música, a cantora irlandesa recuou na decisão, justificando que tinha tomado a atitude por causa de algumas entrevistas que cedeu aos meios de comunicação social britânicos.

Ministério da Cultura, Turismo e Ambiente eleva Semba a Património Nacional

há 3 anos
A proclamação da música popular urbana de Angola a Património Imaterial Nacional acontece ainda este ano e insere-se nos festejos do 45.° aniversário da independência nacional.

Estado de saúde de Nagrelha não apresenta “gravidade clínica”

há 5 meses

Prodígio: “Muitos dos rappers de intervenção social fazem citação a Angola só porque querem vir buscar kumbu”

há 6 meses